Al utilizar este servicio y el contenido relacionado, aceptas el uso de cookies para análisis, contenido personalizado y publicidad.
Estás usando una versión más antigua del explorador. Usa una versión compatible para obtener la mejor experiencia en MSN.

Rússia se mostra indignada com declarações atribuídas ao príncipe Charles

EFE EFE 22/05/2014 EFE Brasil
Príncipe teria feito afirmações a cidadã polonesa que deixou país antes da ocupação nazista. © Foto: UK Press via Getty Images/Getty Príncipe teria feito afirmações a cidadã polonesa que deixou país antes da ocupação nazista.

Moscou, 22 mai (EFE).- A Rússia reagirá com indignação perante a confirmação das declarações atribuídas ao príncipe Charles, nas quais, segundo uma ex-refugiada da Segunda Guerra Mundial, o monarca teria comparado algumas ações de Hitler com as do presidente Vladimir Putin, declarou nesta quinta-feira a Chancelaria russa.

'Prestamos atenção à informação (...) sobre as declarações que fez, segundo afirmam, o príncipe herdeiro do trono britânico em uma conversa privada (...). Se disse essas palavras, sem dúvida, não honram o futuro monarca britânico', disse o porta-voz russo das Relações Exteriores, Aleksandr Lukashevich.

O príncipe, que nesta semana se encontra em visita oficial no Canadá, teria feito essas afirmações a Marienne Ferguson, uma cidadã polonesa que deixou o país antes da ocupação nazista, informou a imprensa britânica.

'Ele falou que Putin faz agora algumas das mesmas coisas que Hitler fazia', disse Ferguson, quem falou com o príncipe de Gales na segunda-feira durante uma visita ao Museu Canadense de Imigração, situado no Píer 21 do porto de Halifax.

Questionado sobre como qualificaria a reação de Moscou às declarações do príncipe Charles, se estas fossem confirmadas, Lukashevich respondeu: 'Eu diria que não é de preocupação, mas de indignação'.

'Esperaremos a resposta oficial das autoridades britânicas ao requerimento que fizemos sobre as declarações do príncipe Charles, e depois falaremos de consequências', disse o porta-voz.

O príncipe Charles deve se encontrar com Putin no próximo dia 6 de junho na França, onde será realizado um ato de celebração pelos 70 anos do desembarque de Normandia.

Gestión anuncios
Gestión anuncios
image beaconimage beaconimage beacon