Al utilizar este servicio y el contenido relacionado, aceptas el uso de cookies para análisis, contenido personalizado y publicidad.
Estás usando una versión más antigua del explorador. Usa una versión compatible para obtener la mejor experiencia en MSN.

RSF pede que Brasil aplique mecanismo eficaz de proteção à imprensa

EFE EFE 09/05/2014 EFE Brasil
Ataque provocou morte do repórter cinematográfico Santiago Andrade durante protesto no Rio no início deste ano. © Foto: O Globo Ataque provocou morte do repórter cinematográfico Santiago Andrade durante protesto no Rio no início deste ano.

Paris, 9 mai (EFE).- A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) pediu nesta sexta-feira às autoridades brasileiras que, a um mês do início da Copa do Mundo, iniciem um mecanismo eficaz de proteção para os jornalistas.

'O Brasil se dispôs a acolher um grande número de profissionais da informação dispostos a cobrir os atos esportivos, mas também as questões sociais do país. As autoridades devem adotar imperativamente medidas necessárias para garantir a integridade e a segurança física (destes profissionais)', disse a organização.

A ONG espera que sejam levadas em conta as recomendações emitidas em março pelo grupo de trabalho criado em 2012 pelo Ministério da Justiça, um mês depois da morte do cinegrafista da 'Band' Santiago Andrade durante protestos no Rio de Janeiro.

Esse grupo, lembrou a ONG, destacou a necessidade de proteger os jornalistas 'em qualquer circunstância', alinhada com a afirmação feita em abril pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

O Brasil é o 111º dos 180 na classificação mundial da liberdade de imprensa da Repórteres Sem Fronteiras, uma queda de dois lugares em relação ao ano anterior.

Gestión anuncios
Gestión anuncios
image beaconimage beaconimage beacon