Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Honda CG 125 se despede após 42 anos; relembre a evolução da moto

Logotipo de Garagem 360 Por Leo Alves de Garagem 360 | Slide 1 de 20: Nesta galeria, confira a evolução da Honda CG 125. Na foto, um modelo 1976  - Foto: Divulgação

Relembre a evolução da Honda CG 125

Após 42 anos de fabricação e oito gerações, a Honda CG 125 deixou de ser fabricada no Brasil. Com mais de 7 milhões de unidades vendidas desde 1976, ela foi a primeira motocicleta da fábrica brasileira a ser produzida no País, mas perdeu espaço no mercado nos últimos anos. Ela não terá uma sucessora direta, já que as versões de 160cc são as mais vendidas da linha.

Ao Garagem360, a Honda informou que a obrigatoriedade dos freios CBS nas motos, que entrou em vigor em janeiro, foi fundamental para o fim da produção. Como os modelos CG 160 Start e Cargo já contam com esta tecnologia, e a CG 125 só correspondia a menos de 10% do volume total da família, a marca optou por direcionar os clientes para os modelos maiores.

Primeiro veículo nacional da Honda, a CG 125 também ostenta o título de ter sido a primeira moto movida a etanol no mundo, já que em 1981 seu motor passou a queimar o combustível vegetal. Até 2004, quando sua irmã CG 150 foi lançada, era a motocicleta mais vendida do Brasil.

A última geração chegou ao mercado em 2013, quando recebeu melhorias no chassis para ficar mais leve, além de uma mudança visual. Embora já não seja mais produzida, pode ser que ainda existam algumas unidades à venda nas lojas.

Nesta galeria, confira a evolução da Honda CG 125. Na foto, um modelo 1976 - Foto: Divulgação

Veja as notícias mais importantes do dia no seu celular com o app Microsoft Notícias. Disponível para iOS e Android. Baixe agora.

© Foto: Divulgação

Mais de Garagem 360

image beaconimage beaconimage beacon