Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Festival de Cannes 2018: Marcha comandada por Cate Blanchett reúne 82 mulheres por igualdade de gênero na indústria

Logotipo do(a) Adorocinema Adorocinema 13/05/2018 Renato Hermsdorff e Bruno Carmelo

Oitenta e duas mulheres operárias das mais variadas funções do cinema se uniram no tapete vermelho do Festival de Cannes neste sábado, 12, para protestar pelos mesmo direitos de gênero na indústria. A marcha aconteceu antes da estreia de Girls of the Sun, filme da diretora Eva Husson, uma das três mulheres a disputar a Palma de Ouro em 2018, entre outros 15 diretores homens.

Confira as imagens na galeria acima (Crédito: Getty Images).

Ao som da música “Woman”, de Neneh Cherry, subiram no salto (ou na sapatilha mesmo) nomes como Patty Jenkins, Marion Cotillard, Kristen Stewart, Ava DuVernayLéa Seydoux e Salma Hayek, lideradas pela presidente do júri deste ano, Cate Blanchett, que entregou um vibrante discurso, traduzido para o francês pela cineasta Agnes Varda.

"Mulheres não são minoria no mundo, ainda assim, o estado atual da nossa indústria nos diz o contrário", clamou a atriz. "Esperamos que os nossos governos garantam que a leis de equiparidade de pagamento para trabalhos equivalentes sejam aplicadas. Exigimos que nosso ambiente de trabalho seja diverso e equilibrado, para melhor refletir o mundo em que vivemos. Um mundo que nos permita, tanto à frente como por trás das câmeras, a todas nós, a prosperar ombro a ombro com nossos colegas homens".

O número, 82, não foi escolhido ao acaso. Segundo Blanchett, essa é a quantidade de filmes dirigidos por mulheres que concorreram no evento, ao longo de 71 anos (!) - enquanto 1.645 produções comandadas por homens tiveram a mesma chance. Até hoje, um único longa dirigido por mãos femininas ganhou a Palma de Ouro: O Piano (1993), de Jane Campion.

A marcha foi organizada por um novo movimento francês, chamado 5020×2020, em parceria com o Time’s Up.

Oitenta e duas mulheres operárias das mais variadas funções do cinema se uniram no tapete vermelho do Festival de Cannes neste sábado, 12, para protestar pelos mesmo direitos de gênero na indústria. A marcha aconteceu antes da estreia de Girls of the Sun, filme da diretora Eva Husson, uma das três mulheres a disputar a Palma de Ouro em 2018, entre outros 15 diretores homens.Confira as imagens na galeria acima (Crédito: Getty Images).Ao som da música “Woman”, de Neneh Cherry, subiram no salto (ou na sapatilha mesmo) nomes como Patty Jenkins, Marion Cotillard, Kristen Stewart, Ava DuVernay, Léa Seydoux e Salma Hayek, lideradas pela presidente do júri deste ano, Cate Blanchett, que entregou um vibrante discurso, traduzido para o francês pela cineasta Agnes Varda."Mulheres não são minoria no mundo, ainda assim, o estado atual da nossa indústria nos diz o contrário", clamou a atriz. "Esperamos que os nossos governos garantam que a leis de equiparidade de pagamento para trabalhos equivalentes sejam aplicadas. Exigimos que nosso ambiente de trabalho seja diverso e equilibrado, para melhor refletir o mundo em que vivemos. Um mundo que nos permita, tanto à frente como por trás das câmeras, a todas nós, a prosperar ombro a ombro com nossos colegas homens".O número, 82, não foi escolhido ao acaso. Segundo Blanchett, essa é a quantidade de filmes dirigidos por mulheres que concorreram no evento, ao longo de 71 anos (!) - enquanto 1.645 produções comandadas por homens tiveram a mesma chance. Até hoje, um único longa dirigido por mãos femininas ganhou a Palma de Ouro: O Piano (1993), de Jane Campion.A marcha foi organizada por um novo movimento francês, chamado 5020×2020, em parceria com o Time’s Up.: Festival de Cannes 2018: Marcha comandada por Cate Blanchett reúne 82 mulheres por igualdade de gênero na indústria © AdoroCinema Festival de Cannes 2018: Marcha comandada por Cate Blanchett reúne 82 mulheres por igualdade de gênero na indústria


Siga o MSN no Facebook

Mais de Adorocinema

image beaconimage beaconimage beacon