Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Filme sobre “cura gay”, com Nicole Kidman, já é cotado ao Oscar 2019

Logotipo do(a) M de Mulher M de Mulher 18/07/2018 Júlia Warken
Boy Erased © Divulgação Boy Erased

Devastador. Provavelmente nenhuma outra palavra resume tão bem o trailer de “Boy Erraised”, filme que conta a história de um garoto forçado a participar de um programa de terapia religiosa que promete “curar” garotos homossexuais. Filho de um pastor batista, o adolescente de 19 anos tem duas escolhas: ou reverte sua homossexualidade, ou será afastado da família. Baseado em uma história real, o longa é a versão cinematográfica da autobiografia de Garrard Conley, que ainda não foi lançada no Brasil.

O longa é protagonizado por Lucas Hedges, que vem se tornando queridinho em Hollywood. Revelado aos holofotes em “Manchester à Beira-Mar”, que lhe rendeu a indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante em 2016, ele também esteve presente no elenco de dois longas que disputaram a estatueta de Melhor Filme em 2017: “Três Anúncios Para Um Crime” e “Lady Bird”. E “Boy Erraised” vem sendo fortemente cotado para o Oscar de 2019.

Interpretando a mãe do garoto, Nicole Kidman é maior nome de peso no elenco e ninguém duvida que ela possa abocanhar sua quinta indicação ao Oscar. Russell Crowe também atua no filme, assim como o cantor Troye Sivan – além disso, a música tema do filme é dele. Na direção e na adaptação do roteiro quem assina o longa é Joel Edgerton, que também interpreta o homem que comanda o programa de “cura gay”.

Ainda sem nome em português, “Boy Erraised” pode ser traduzido como “o garoto que foi apagado”. É um título que resume a essência da história e que explicita a importância dela: falar sobre o mito da cura gay, mostrando que a homofobia é capaz de destruir a vida de uma pessoa.

Infelizmente, ainda não há previsão de quando esse filme chega ao Brasil, mas com o buzz que ele está causando, certamente teremos essa informação muito em breve. Nos Estados Unidos ele chega aos cinemas no dia 2 de novembro.

Repetir vídeo

Mais de M de Mulher

image beaconimage beaconimage beacon