Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Sexta-feira de treinos da F1 em Austin começa com temperatura negativa

Logotipo do(a) Grande Prêmio Grande Prêmio 01/11/2019 Redação GP
© Fornecido por Grande Prêmio
A Fórmula 1 está em Austin, no sul dos Estados Unidos, mas está longe de contar com temperaturas altas ou até mesmo amenas. A sexta-feira (1º) de treinos livres da principal categoria do automobilismo começou com termômetros apontando -1ºC, criando um desafio extra para escuderias nas primeiras horas do dia.
 
Por mais que as temperaturas já estejam subindo e a expectativa do ‘Weather Channel’ seja de primeiro treino livre realizado com 9ºC, o frio significa problemas com aderência. Será mais difícil gerar calor nos pneus, o que deve aumentar o número de erros e escapadas da parte dos pilotos.
© Fornecido por Grande Prêmio
Durante a tarde, a temperatura segue subindo rapidamente. O segundo treino livre começa já com 17ºC, temperatura máxima do dia no Circuito das Américas.
 
Em contrapartida, as equipes não têm motivos para se preocupar com chuva. O ‘Weather Channel’ também afirma que o risco de intempérie fica zerado ao longo do dia. Isso tem a ver com a baixa umidade, que chega a ficar na casa de apenas 20% durante a tarde.
 
O GP dos Estados Unidos é o antepenúltimo da temporada 2019 da F1. A corrida em Austin tem grandes chances de determinar o campeão, já que apenas uma vitória de Valtteri Bottas aliada a no máximo um nono lugar de Lewis Hamilton é capaz de adiar a festa do hexa para o GP do Brasil.

Mais de Grande Prêmio

image beaconimage beaconimage beacon