Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

CVM abre processo para investigar possível compra de dólar pela JBS

Logotipo do(a) Estadão Estadão 19/05/2017
jbs 2: Ao todo, a CVM abriu seis processos em nome da JBS neste ano © JF DIORIO / ESTADÃO CONTEÚDO Ao todo, a CVM abriu seis processos em nome da JBS neste ano

RIO - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu processo para investigar o frigorífico JBS, pivô das delações envolvendo o presidente Michel Temer, que vieram à tona na noite da última quarta-feira, 17. Ontem, após a divulgação das delações, foram publicadas notícias na imprensa de que o frigorífico teria se beneficiado por saber previamente que o escândalo estouraria e que teria reflexos nas ações da empresa e no câmbio.

No site da CVM, consta apenas a informação de abertura de dois processos nos últimos dois dias - um na quarta-feira, 17, e outro ontem, 18. A autarquia não informa o motivo da abertura dos processos. Por meio da sua assessoria de imprensa, comunicou apenas que divulgará detalhes das investigações em breve, em nota oficial. Ao todo, a CVM abriu seis processos em nome da JBS neste ano, dois deles nesta semana.

Após dia histórico no mercado, dólar abre em queda e Bolsa tem leve alta

A Coluna do Broad informa que o ganho da JBS com a compra de dólares na última quarta-feira, 17, no mercado é mais que suficiente para a companhia quitar a multa fechada no âmbito do acordo de leniência. Se a cifra foi de US$ 750 milhões e há quem diga que chegou a US$ 1 bilhão somente ontem, o resultado foi de US$ 170 milhões, considerando a alta da moeda americana nesta quinta-feira, 18.

A ação da JBS declina pelo sétimo pregão consecutivo e já acumula queda em torno de 25% neste ano. Por volta das 11h50, o recuo era de 0,35%, a R$ 8,55. O papel estava entre as maiores variações negativa do Ibovespa, que subia 2,42%, aos 63.090 pontos.

Mais de Estadão

image beaconimage beaconimage beacon