Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Faturamento na Cyber Monday cresce 31,5% e supera R$ 300 milhões

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 4 dias atrás Ighor Nobrega
E-commerce movimentou mais de R$ 300 milhões na Cyber Monday, com destaque para Moda e Telefonia © PublicDomainPictures E-commerce movimentou mais de R$ 300 milhões na Cyber Monday, com destaque para Moda e Telefonia

A Cyber Monday, 2ª feira que sucede a Black Friday e concentra promoções on-line, rendeu 1 faturamento de R$ 303,9 milhões ao mercado brasileiro até as 17h desta 2ª (2.dez.2019). Os dados são de levantamento (íntegra) do site Compre&Confie.

O montante gasto nas promoções deste ano foi 31,5% maior que o despendido pelos consumidores brasileiros na Cyber Monday de 2018, quando foram gastos R$ 231,1 milhões.

O volume de compras dos brasileiros também aumentou em 2019: foram vendidos 635 mil produtos nesta 2ª feira (2.dez.2019), enquanto em 2018 foram 530 mil (alta de 25,4%). Em média, as compras de 2018 foram de aproximadamente R$ 436. Este ano, subiram para R$ 457.

Divisão por categorias

Sem surpresas, o Sudeste foi responsável pela maioria das compras na Cyber Monday. Mais de a metade das promoções (65,4%) foram aproveitadas na região mais rica do país. Foi seguida por Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Norte, respectivamente.

As mulheres com idades de 26 a 35 anos são o perfil mais comum entre os consumidores que foram às compras na data, segundo o levantamento do Compre&Confie. Enquanto o público feminino foi de quase 53%, mais de 1/3 dele (34,8%) tinha a faixa de idade citada. Outros 33,8% foram de compradores de 36 a 50 anos.

A geração Z, de até 25 anos, ficou bem atrás, com 17% das compras. Ficaram apenas 2,6 pontos percentuais à frente dos compradores acima de 50 anos.

Moda e Acessórios foi a categoria mais visada pelos internautas, seguida por Entretenimento e Beleza, Perfumaria e Saúde. A vaidade, contudo, não rendeu tanto dinheiro quanto os aparelhos eletrônicos. Telefones e eletrodomésticos foram as categorias que deram mais faturamento às empresas que aderiram ao Cyber Monday.

Vídeo: Black Friday? Canguru invade shopping na Austrália (KameraOne)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon