Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

JBS perde bilhões em um só dia, após delação bombástica

Logotipo do(a) Exame.com Exame.com 6 dias atrás Rita Azevedo
JBS: Companhia afirmou que "não compactua com qualquer desvio de conduta de seus funcionários": Funcionários da JBS durante visita técnica do ministro da Agricultura a um frigorífico © image/jpeg Funcionários da JBS durante visita técnica do ministro da Agricultura a um frigorífico

Ueslei Marcelino Funcionários da JBS durante visita técnica do ministro da Agricultura a um frigorífico Reuters 1

São Paulo — Com a revelação de detalhes da delação premiada de Joesley Batista, a JBS perdeu, em apenas um dia, 2,5 bilhões de reais em valor de mercado.

Em linhas gerais, o valor de mercado de uma empresa é dado pela soma do preço de todas ações que ela tem em circulação.

Na última quarta-feira, o frigorífico dos irmãos Batista valia cerca de 25,92 bilhões de reais na Bolsa. Após a queda de quase 10% nas ações, o valor foi para 23,41 bilhões de reais na noite de ontem. A perda, no entanto, não foi a maior entre as companhias de capital aberto (veja mais abaixo).

Em seu depoimento, Batista afirmou que o presidente Michel Temer deu aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. A notícia, publicada primeiramente pelo jornal O Globo, caiu com uma bomba sobre o mercado.

A bolsa brasileira, que durante o dia chegou a acionar o circuit breaker — mecanismo usado para o controle de fortes oscilações, terminou o dia em queda de 8,8% a 61.597 pontos. Foi o pior desempenho do Ibovespa desde 2008.

Menos valiosas

Se for somada todas as perdas das empresas listadas na B3 na última quinta-feira, o montante chega a 219 bilhões de reais, segundo cálculos da Economatica.

A Petrobras registrou a maior delas, de 27,4 bilhões de reais. No pregão, as ações preferenciais da petroleira caíram 15,76% enquanto as ordinárias perderam 11,37%. A segunda maior perda foi Itaú Unibanco, de 26,7 bilhões de reais, após o papel cair 12,05%.

Arquivado em:MERCADOS

Mais de Exame.com

image beaconimage beaconimage beacon