Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Vendas da Renault crescem 10,4% e atingem recorde no 1º semestre

Logotipo do(a) Forbes Brasil Forbes Brasil 2 dias atrás Redação, com Reuters
iStock © Fornecido por Forbes Brasil iStock

A montadora francesa Renault registrou vendas recordes no primeiro semestre, tendo elevado em 10,4% as entregas globais com o lançamento de um SUV na China e a reabertura das operações no Irã.

LEIA MAIS: Aliança Renault-Nissan vende mais carros elétricos que a Tesla

A Renault vendeu 1,88 milhão de veículos leves de janeiro a junho, informou a empresa, quatro vezes o ritmo de expansão de 2,6% do mercado global de automóveis.

As vendas também foram beneficiadas pelo aumento da demanda na Europa pela marca Dacia e, mais recentemente, pelo sucesso do mini-SUV Captur

Sediada no subúrbio de Boulogne-Billancourt, em Paris, a Renault está colhendo os frutos de uma ampla reorganização da linha de produção sob o comando do designer chefe Laurens van den Acker, que se juntou à companhia oito anos atrás.

As vendas também foram beneficiadas pelo aumento da demanda na Europa pela marca Dacia e, mais recentemente, pelo sucesso do mini-SUV Captur. “Nossa estratégia de renovação e expansão geográfica continua produzindo resultados”, afirmou o diretor de vendas, Thierry Koskas.

As ações da Renault subiam mais de 1% no início dos negócios.

Os números de venda da montadora francesa contrastaram com o da rival PSA, a fabricante de carros Peugeot, Citröen e DS, no primeiro semestre.

Na Europa, que ainda responde por mais da metade das vendas, a Renault registrou crescimento de 5,6% nas entregas, superando o mercado graças ao aumento de 9,3% da Dacia depois de uma renovação do subcompacto Sandero.

VEJA TAMBÉM: Vendas de carros de luxo estão em alta no mundo todo

No Irã, as vendas mais que dobraram, para 68.365 veículos, enquanto novos modelos da marca Lada ajudaram a expandir em 14% as vendas do grupo no mercado russo.

A demanda por veículos na Rússia e no Brasil deve crescer 5% ou mais no ano, disse a Renault. A companhia ainda vê expansão global de mercado de 1,5% a 2,5%, ante previsão anterior de 1,5% a 2%.

Na Ásia-Pacífico, as vendas cresceram em mais da metade, para 100.452 automóveis, segundo a empresa, ajudadas pelo novo SUV Koleos, na China, onde as vendas mais que triplicaram, chegando a quase 36 mil veículos.

Leia também no MSN Brasil:
Baiana de acarajé é reconhecida como profissão
País cria 9,8 mil postos de trabalho em junho
Reforma: 6 mudanças que podem afetar seu trabalho

Fique por dentro de tudo o que acontece com o App MSN Notícias
Faça o download para Windows, Windows Phone, Android e iOS.

Mais de Forbes Brasil

image beaconimage beaconimage beacon