Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Vendas do varejo caem pela terceira vez consecutiva em julho, aponta IBGE

Logotipo do(a) Estadão Estadão 13/09/2018

As vendas do varejo em julho caíram 0,5% em relação a junho, informou nesta quinta-feira, 13, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).Este é o terceiro resultado negativo consecutivo, acumulando assim perda de 2,3% no período.

Na série sem ajuste sazonal, as vendas recuaram 1,0% em relação a julho de 2017, interrompendo sequência de 15 taxas positivas seguidas e com cinco das oito atividades registrando queda.

Após dois meses consecutivos de queda nas vendas, de 1,2% em maio e de 0,3% em junho, a maioria das expectativas do mercado indicava expansão do comércio. A mediana das 34 estimativas coletadas pelo Projeções Broadcast ficou em alta de 0,30%, com intervalo entre retração de 0,40% a aumento de 1,10%.

Antes do resultado oficial, a analista da Tendências Consultoria Isabela Tavares previa alta de 0,70% das vendas devido ao desempenho do setor de supermercados. "Foi o setor mais afetado em junho, por causa da restrição de oferta e repique de preços provocados pela greve dos caminhoneiros, o que prejudicou as vendas. Agora deve haver uma recuperação", explicou.

Compras: Após dois meses de queda, a maioria das expectativas do mercado indicava expansão do comércio © Daniel Teixeira/Estadão Após dois meses de queda, a maioria das expectativas do mercado indicava expansão do comércio

A equipe econômica do Bank of America (BofA) Merrill Lynch estimava recuo de 0,10% das vendas do varejo restrito de julho, justamente devido ao crescimento mais fraco em supermercados - setor que representa cerca de 50% da PMC restrita. Por outro lado, cita o BofA em nota, outros indicadores coincidentes, continuam se recuperando na margem após a greve dos caminhoneiros. Em relação a julho de 2017, a instituição estima aumento de 1,0% nas vendas do varejo.

______________________________________________


Mais de Estadão

image beaconimage beaconimage beacon