Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

7 iates de luxo premiados no World Superyacht Awards 2017

Logotipo do(a) Forbes Brasil Forbes Brasil 07/06/2017 Redação
O Sybaris, vencedor na categoria “Sailing Yachts of 40-meters and above” 7 iates de luxo premiados no World Superyacht Awards 2017

O The World Superyacht Awards 2017, premiação que elege os melhores iates do mundo, anunciou os vencedores desta edição no último dia 13, no Palazzo Vecchio, em Florença, na Itália. A elite do mundo dos super iates se reuniu no evento do Boat International Media para celebrar os vencedores - as embarcações mais completas e magníficas criadas nos últimos 12 meses.

LEIA MAIS: Conheça o super iate mais luxuoso do mundo

Neste ano, 60 indicações de 14 países foram apresentadas, com 15 vencedores reconhecidos pelo seu “genuíno destaque, inovação e qualidade de design”, de acordo com a avaliação dos jurados. Os iates Dilbar e Sybaris, por exemplo, que já ganharam inúmeros prêmios, ganharam dois troféus “Neptune” cada.

Honrando as expedições mais ousadas e inspiradoras de um super iate, o prêmio da categoria “Voyager” foi para o iate Glaze, de 49 metros, construído pela Trinity, que atualmente está navegando pelo mundo. Ele foi apresentado no noroeste da Austrália, em seu litoral espetacular, que viu o cruzeiro levar os proprietários através de enseadas e rios inexplorado, oferecendo vistas incríveis.

Já o prêmio “Legacy” foi para Alex Dreyfoos, formado no MIT e em Harvard. Dreyfoos é um filantropo das artes e grande mergulhador. A categoria é equivalente ao Oscar concedido pela contribuição técnica em um filme. Ele investigou uma variedade de formas de casco para ajudar a limitar o balanço da embarcação, e foi o descobridor do conceito SWATH (“small waterplane area twin hull”). Na sequência, contratou a empresa Abeking & Rasmussen para construir um super iate de 41 metros para que sua sua esposa pudesse se juntar a ele em suas explorações, sem se sentir enjoada com o balanço do navio.

E MAIS: Como deixar um Rolls-Royce com a aparência de um iate

O prêmio da categoria “Displacement Motor Yacht of 3,000gt and above” (“deslocamento de motor de iate de 3.000gt ou mais”, em tradução livre) foi para o Dilbar, construído pela empresa Lurssen e com design interior da Winch Design. Essa enorme embarcação conta com uma piscina de 180 m³ - a maior de todos os outros iates - e os jurados consideraram seu motor o mais complexo já construído.

Já o Joy, da companhia Feadship, conquistou a categoria “Displacement Motor Yachts of between 500gt and 1,499gt” (“deslocamento de motor de iate entre 500gt e 1.499gt”, em tradução livre). O navio foi elogiado pelo seu visual dinâmico e design progressivo, feito pelo estúdio londrino Bannenberg & Rowell (parte externa) e pelo Studio Indigo (interna). Os espaçosos deques e painéis de vidro foram exaltados pelos juízes.

Mais de Forbes Brasil

image beaconimage beaconimage beacon