Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Os 10 bilionários mais jovens do mundo em 2018

Logotipo do(a) Forbes Brasil Forbes Brasil 13/03/2018 Angel Au-Yeung

Dos 2.208 bilionários da edição deste ano da lista de FORBES de pessoas mais ricas do mundo, apenas 63 têm menos de 40 anos. Ou seja, trata-se de um grupo de elite.

VEJA TAMBÉM: Os maiores bilionários do mundo em 2018

Esse círculo de jovens bilionários cresceu em tamanho desde março de 2017, quando apenas 56 tinham menos de 40 anos. Os estreantes vêm dos Estados Unidos e de outros 17 países.

Mais da metade - 34 - são empreendedores self-made e, desse total, 26 construíram suas fortunas na indústria da tecnologia. Muitos conquistaram fortunas de dez dígitos por meio de aplicativos de mensagens e comércio eletrônico, enquanto outros criaram empresas na economia compartilhada e de drones. Todos os bilionários self-made abaixo dos 40 anos são homens, e todas as 16 bilionárias mulheres abaixo dos 40 herdaram suas fortunas.

Pelo terceiro ano seguido, os bilionários mais jovens do mundo são as herdeiras norueguesas Alexandra e Katharina Andresen, de 21 e 22 anos, respectivamente. Katharina Andresen foi parada pela polícia em abril de 2017 em seu Audi Q3 perto de um resort de esqui com uma quantidade de álcool no sangue três vezes acima do limite legal. Os tribunais a multaram em US$ 32 mil e suspenderam sua carteira de motorista por 13 meses. O pai das jovens, Johan H. Andersen, transferiu a propriedade da empresa de investimentos da família, Ferd, para as filhas em 2007. FORBES descobriu a herança de Katharina e Alexandra em 2016, quando elas entraram na lista de bilionários pela primeira vez. Cada uma das irmãs tem uma fortuna de US$ 1,4 bilhão.

O bilionário self-made mais novo é John Collison, da Stripe, com 27 anos. Ele cofundou a startup de pagamentos com seu irmão mais velho, Patrick Collison, que, aos 29 anos, também está no rol dos bilionários mais jovens. A rodada de investimentos mais recente da Stripe, em novembro de 2016, avaliou a empresa em US$ 9,2 bilhões - os irmãos valem cada um US$ 1 bilhão. John Collison é apenas alguns meses mais novo do que o cofundador e CEO da Snap. Com patrimônio de US$ 4,1 bilhões, Spiegel passou o último ano liderando uma mudança no design do Snapchat.

LEIA: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

Um estreante notável na lista é Pavel Durov, conhecido como o Mark Zuckerberg russo (ambos têm 33 anos). Durov fundou a Vkontakte, a segunda maior rede social da Rússia, em 2007, quando tinha 22 anos. Hoje, ela ostenta mais de 400 milhões de usuários. O jovem empreendedor vendeu uma participação de 12% na empresa por estimados US$ 300 milhões em 2015, quando se mudou para Dubai depois da recusa de cooperar com o serviço secreto e fornecer dados criptografados de usuários do Vkontakte. A maior parte de sua fortuna vem de uma participação majoritária no Telegram Messenger, um app de mensagens criptografadas com mais de 100 milhões de usuários ao redor do mundo.

Após completar 35 anos em maio de 2017, Lynsi Snyder herdou a parte final do império de hambúrguer de sua família, o que fez com que ela entrasse na lista com patrimônio de US$ 1,2 bilhão. Herdeira da rede de fast food com sede na Costa Oeste In-N-Out, Lynsi ganhou participações na empresa ao longo da última década por meio de uma estrutura complexa desenhada por seus avós, Harry e Esther Snyder, que fundaram a popular cadeia de hambúrguer em 1948.

O bilionário mais rico abaixo dos 40 anos é, de longe, Mark Zuckerberg, que vale US$ 71 bilhões. Com objetivos de implementar uma mudança no Facebook em 2018, de forma que a rede social se torne mais orientada para amigos e familiares, o jovem de 33 anos teve sua segunda filha, August, em agosto do ano passado.

A segunda jovem bilionária mais rica é Yang Huiyan, herdeira de um império imobiliário sediado na China continental. Aos 36 anos, ela detém patrimônio de US$ 21,9 bilhões. Yang possui 57% da desenvolvedora de imóveis Country Garden Holdings, uma participação que foi transferida para ela por seu pai, Yeung Kwok Keung, em 2007. A Country Garden Holdings teve um aumento de 145% em suas ações no ano passado, o que fez com que a fortuna de Yang crescesse em US$ 12,9 bilhões. Ela também preside a Bright Scholar Education Holdings, que opera escolas de educação primária e secundária internacionais e bilíngues na China.

E MAIS: 10 maiores bilionários da tecnologia em 2018

Ao todo, os 63 bilionários mais jovens do mundo acumulam US$ 265 bilhões, mais do que os US$ 208 bilhões do ano passado. Dos under 40 que estavam na lista de 2017, 30 estão mais ricos e 11 viram seu patrimônio diminuir na comparação com o ano passado. FORBES utilizou preços de ações e taxas de câmbio de 9 de fevereiro de 2018 para calcular as fortunas.

Veja, na galeria de fotos, os 10 bilionários mais jovens do mundo em 2018:


Siga o MSN no Facebook

Mais de Forbes Brasil

image beaconimage beaconimage beacon