Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Sandy brinca após assumir nunca ter levado 'toco': 'Chato ser gostosa'

Logotipo do(a) Purepeople Purepeople 6 dias atrás
Sandy brinca após assumir nunca ter levado 'toco': 'Chato ser gostosa': Sandy admitiu que nunca levou um fora em conversa com Matheus Mazzafera Sandy brinca após assumir nunca ter levado 'toco': 'Chato ser gostosa'

Depois de assumir que já teve PT de bebida alcoólica, Sandy fez mais revelações sobre sua vida em entrevista ao canal do Youtube de Matheus Mazzafera, nesta segunda-feira (19), e confessou que nunca levou um "toco". Porém, a cantora ressaltou que não teve muitas desilusões amorosas porque só teve três namorados, incluindo o marido, Lucas Lima. "Eu namorei muito pouco. Não sou parâmetro", justificou. "Essa é a minha realidade. Desculpa aí, é chato ser gostosa", brincou.

Cantora teve primeiro beijo aos 14 anos

Sandy, após lamentar não ter herdado os seios da mãe, admitiu que só teve o primeiro beijo aos 14 anos com seu primeiro namorado. "Foi com 14 para 15. Eu era bem velha já. Para a minha geração era tarde até. Hoje então... as meninas estão fazendo as coisas bem precocemente. Mas eu não fui o primeiro beijo dele. Ele era bem espertinho, já tinha ficado com várias", relembrou.

Artista não quer ter mais filhos

Mãe de Theo, de quase 3 anos, que está prestes a entrar na escolinha, Sandy revelou que não pretende ter mais filhos. "Não quero ter mais filhos. Estou bem satisfeita com um filho só. Eu e Lucas estamos bem decididos. Não sei se isso pode mudar no futuro. Mas acho que não. Eu não tenho essa vontade. Estou bem feliz e acho que é possível criar um filho único de um jeito que ele não seja mimado, não seja sozinho, solitário e triste. Acho que dá para fazer isso. Estou tentando", disse a cantora, que restringe o tempo de TV do filho.

Sandy compara carreira a de Anitta

Famosa desde pequena, Sandy atualmente tem feito show para um público bem menor, mas garante que não se incomoda com a nova fase. "Já fui 'mainstream', fui número, vendi 3 milhões de discos, lotei o Maracanã e era legal. Só que hoje gosto de ser assim, uma artista um pouco menor, quase de nicho, digamos", definiu. Aliás, a cantora fez uma comparação de sua carreira e a de Tiago Iorc com o sucesso de Anitta e Ludmilla: "Não seremos nada parecidos com Anitta e Ludmilla, por exemplo, mas temos espaço. Há um público que está interessado em nosso som".

(Por Tatiana Mariano)

Mais de Purepeople

image beaconimage beaconimage beacon