Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Mais mobilidade, mais potência: As novidades para gamers na CES 2020

Logotipo do(a) ESPN ESPN 13/01/2020 Daniela Rigon

Realizada na última semana, a Consumer Electronic Show 2020, ou CES, contou com anúncios diversos de grandes empresas do mundo da tecnologia que buscam facilitar e melhorar nossa vida em diferentes áreas — inclusive na hora de jogar videogame.

Razer Tomahawk é compacto, mas comporta peças potentes. © Tyler Lizenby/CNET Razer Tomahawk é compacto, mas comporta peças potentes.

Nesta matéria, listamos algumas das melhores (e mais inesperadas) novidades anunciadas para o universo gamer!

FOCO NA MOBILIDADE

O híbrido Big O da Corsair tem um computador de um lado do gabinete e um console do outro. © Corsair O híbrido Big O da Corsair tem um computador de um lado do gabinete e um console do outro.

Duas marcas revelaram aparelhos interessantes para quem curte jogar em qualquer lugar.

A Dell apresentou o Alienware Concept UFO, que é basicamente um “Switch em esteróides”. O aparelho é um pequeno PC gamer com controles que se encaixam nas laterais da tela ou se unem para formar um único controle enquanto a tela fica apoiada em uma superfície ou dock — exatamente como o console da Nintendo. A grande diferença é que o UFO roda Windows 10.

O GE66 da MSI possui uma tela com taxa de atualização de 300Hz. © All Around PC O GE66 da MSI possui uma tela com taxa de atualização de 300Hz.

A maior parte dos sites especializados que testaram o UFO elogiaram bastante a ideia e o protótipo. No entanto, a Dell não revelou detalhes sobre as especificações técnicas, nem a média de preço pela qual pretende vender o produto quando este for lançado (em um futuro que também não foi revelado).

Do outro lado, a Razer focou em transformar o celular de uma pessoa em um Switch com o controle Kishi. O acessório encaixa nas laterais do celular e se conecta via Lightning ou USB-C para baixa latência, ou se transforma em um único controle com conexão sem fio.

O Virtuoso RGB Wireless SE da Corsair. © Corsair O Virtuoso RGB Wireless SE da Corsair.

A ideia é que ele funcione com jogos que já suportam controles, mas também foque no futuro — quando jogos forem transmitidos para celulares via serviços de nuvem, como o Project xCloud da Microsoft ou o GeForce Now, da NVIDIA.

O Cloud Flight S da HyperX. © HyperX O Cloud Flight S da HyperX.

O Kishi deve chegar no início de 2020 com suporte para iOS e Android, mas não teve o preço revelado.

PEQUENO E POTENTE

Sony apresentou a logo do PS5 durante a CES 2020. © Reprodução Sony apresentou a logo do PS5 durante a CES 2020.

Para quem tem pouco espaço, mas não quer abrir mão de ter um PC potente que roda tudo, a Razer e a Corsair apresentaram novidades legais.

A Razer mostrou o protótipo do Tomahawk, um gabinete compacto que inclui o novo sistema de Next Unit of Computing da Intel — uma placa que já inclui processador, RAM e armazenamento — e nada menos que uma NVIDIA RTX 2080 com dois coolers. No caso, a NUC9 da Intel apresentada com o produto continha um processador Intel i9-9980HK, capacidade para até 64GB de memória RAM e SSD do tipo M.2.

O Tomahawk deve ser lançado na primeira metade de 2020, mas não teve preço revelado.

Já a Corsair apresentou uma versão menor do seu produto Big O, um híbrido de PC e console. Enquanto a versão anterior e menor do Big O incluía um PC, um Xbox One e até um PS4, a nova versão permite que você escolha entre um Xbox One S e um PS4 Pro em um tamanho de gabinete mediano.

O Big O utiliza um gabinete Corsair Crystal Series modificado e permite que o usuário escolha entre processadores Intel ou AMD e de placas de vídeo da NVIDIA que vão da GTX 1660 Super a RTX Titan. É possível incluir SSD para o console (que por padrão utilizam tecnologia HD de armazenamento) e até uma placa de captura.

Infelizmente o preço a se pagar por uma máquina híbrida e potente é um pouco caro, com as versões mais básicas sendo vendidas por cerca de US$ 2,5 mil dólares — aproximadamente 10,2 mil reais na cotação atual.

ALTA TAXA DE ATUALIZAÇÃO

Quem curte jogar com monitores de alta taxa de atualização teve boas surpresas na CES 2020.

De um lado, a NVIDIA anunciou o primeiro monitor de 360Hz com tecnologia G-SYNC em parceria com a ASUS. O ASUS ROG Swift 360 possui diagonal de 24,5”, resolução 1080p (que parece pouco, mas é o que ajuda a alcançar a taxa maior de quadros) e resposta de 2.8 milissegundos.

O foco do monitor são os jogadores de esporte eletrônico — já que a rápida resposta e alta taxa de atualização pode fazer com que um jogador veja o adversário milissegundos antes de ser visto.

Ainda não há informações sobre lançamento ou preço do ASUS ROG Swift 360.

Por sua vez, a MSI levou a alta taxa de atualização para o mundo dos laptops com o GE66 Raider. O notebook tem todo um design futurista com barra luminosa e sua tela de 15,6” tem uma taxa de atualização de 300Hz. Em seu interior, o GE66 possui um processador Intel Core i9 H-Series de décima geração e placa de vídeo GeForce, além de uma bateria de 99,9 Whr — a maior utilizada em um laptop focado em gaming.

O GE66 está previsto para ser lançado na primeira metade de 2020, mas não teve preço revelado.

SEM FIO TAMBÉM É BOM

Goste ou não, o futuro parece sempre envolver cada vez menos fios. Enquanto ainda há muito preconceito em relação a periféricos wireless por uma possível perda de tempo de resposta, as empresas continuam aprimorando ainda mais seus produtos para deixá-los cada vez melhores — o que é ótimo para quem odeia fios bagunçados e/ou possui animais que adoram roê-los.

Dois destaques na categoria de áudio para gamers durante a CES 2020 vieram da Corsair e da HyperX.

O Virtuoso RGB Wireless SE da Corsair foi homenageado durante a CES 2020 na categoria de Inovação. Ele possui auriculares de viscoelástico, som surround 7.1 e alcance de frequência entre 20Hz e 40.000Hz no modo wireless, além de acompanhar um software para customizar a equalização e — claro — iluminação RGB.

Ele também inclui três tipos de conexão — Slipstream Wireless, USB e conexão com fio de 3,5mm — para compatibilidade com PC, consoles e mobile, microfone destacável e 20 horas de bateria. Tudo isso ao preço de US$ 209,99 (aproximadamente 860 reais).

Já a HyperX apresentou o Cloud Flight S, sucessor do Cloud Flight. A nova versão possui autonomia para até 30 horas de duração e certificação Qi para carregamento sem fio.

O headset também tem som surround 7.1, software para controle de equalização, alcance de frequência entre 20Hz e 20.000Hz no modo wireless, microfone destacável com cancelamento de ruído e fones de ouvido que giram em 90° e possuem efeitos de iluminação LED.

Em relação a compatibilidade, o Cloud Flight S pode ser usado em computadores e no PS4, além de dispositivos que possuam conexão 3.5mm. O preço é de US$ 159, aproximadamente 651 reais.

BREVE CITAÇÃO DO PS5

Enquanto a Microsoft aproveitou o The Game Awards para anunciar o novo Xbox, a Sony se manteve quieta nos últimos meses. Tudo o que sabíamos era que o PS5 vai chegar em algum momento de 2020, e só.

Eis que a Sony anunciou sua apresentação na CES 2020 e rumores de que a empresa iria utilizar o momento para falar do novo console surgiram. Bom, os rumores não estavam errados, mas a expectativa do público certamente estava.

Na apresentação, a empresa revelou a logomarca do novo console — que parece a do anterior e não surpreendeu ninguém — e aproveitou para falar mais sobre alguns dos recursos que já eram conhecidos do PS5: áudio em 3D para maior imersão, gatilhos hápticos e adaptivos para precisão e resposta, o uso de SSD de alta velocidade, tecnologias de imagem como o ray-tracing baseado no próprio hardware e leitura de discos Blu-Ray Ultra HD.

Vídeo: Exclusivo: Alisson 'revela segredo' de defesa do Liverpool (ESPN)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon