Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Exposição de Millôr no IMS tem paródia de Picasso

Logotipo do(a) Veja São Paulo Veja São Paulo 19/09/2018 Tatiane de Assis
Expo MF 1154: A Guernica de Millôr: exposição traz panorama da produção do carioca © Divulgação A Guernica de Millôr: exposição traz panorama da produção do carioca

Sem saber ou querer, Pablo Picasso (1881-1973) participa de uma certa forma da exposição Millôr: Obra Gráfica, em cartaz no Instituto Moreira Salles a partir de hoje (18). Isso, porque o jornalista, dramaturgo e cartunista carioca parodia a tela clássica do espanhol Guernica (1937).

A cópia debochada de Millôr data de 1981 e tem cores menos sóbrias que a original. Como uma obra prima forasteira, divide o espaço expositivo com outros 530 trabalhos, divididos em cinco núcleos. Eles foram selecionadas pelos curadores Cássio Loredano, Julia Kovensky e Paulo Roberto Pires em um mergulho no acervo de quase 6 000 itens que o jornalista deixou.

Da imersão no conjunto, eles trouxeram trabalhos que falam do Brasil, da morte e de árvores, entre outros temas. Está presente em todos eles a liberdade ideológica de Millôr, que não aceitava respostas prontas de correntes políticas quaisquer, e também seu experimentalismo. Sem pudores, ele passava da colagem à aquarela.

Um dos núcleos mais interessantes da exposição traz as diferentes tipografias que ele usava para escrever seu nome. Cores se combinam em divertidos autorretratos que não têm olhos e bocas.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Mais em Veja São Paulo

image beaconimage beaconimage beacon