Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Indicada ao Oscar 2020, animação “Hair Love” fala sobre cabelo afro

Logotipo do(a) Cláudia Cláudia 5 dias atrás Colaborou: Maria Clara Serpa
© Sony Pictures/Divulgação

Depois da divulgação dos indicados ao Oscar 2020 nesta segunda-feira (13), o público e os críticos começaram mais uma vez o debate sobre representatividade na premiação. Como em quase todos os anos, os candidatos são predominantemente homens brancos e a falta de nomes como Lupita Nyong’o, de “Nós”, e Awkwafina e Zhao Shuzhen, de “A Despedida”, que eram promessas, gerou muitos comentários insatisfeitos na internet.

Uma das únicas exceções nesse aspecto foi a indicação de “Hair Love”  ao Melhor curta-metragem de animação. O filme, lançado online pela Sony Pictures Animation em dezembro, é estrelado por uma família negra e conta a história de um pai que tenta arrumar os cabelos crespos da filha. Mesmo desajeitado, ele não desiste da missão e assiste a tutoriais para poder arrumar Zuri, a filhota. Ao longo dos quase 7 minutos de duração, o curta envolve o espectador em um enredo que fala sobre aceitação, autoconfiança, e amor.

Além do roteiro representativo, “Hair Love” serviu como base para um livro de mesmo nome, escrito por Matthew A. Cherry, também co-diretor do curta ao lado de Bruce W. Smith e Everett Downing, já conhecidos por filmes da Disney e da Pixar. Matthew contou em entrevistas que se inspirou em vídeos de pais tentando pentear os cabelos afro das filhas para criar o enredo e, então, apresentou a ideia no site Kickstarter, uma plataforma de crowdfunding, onde conseguiu 300 mil dólares para a produção, o maior arrecadamento para uma animação até hoje.

Matthew A. Cherry © Matthew Cherry/Instagram Matthew A. Cherry

No elenco, “Hair Love” conta com Issa Rae, que dubla a mãe, a única personagem que fala durante o filme. A atriz é a criadora da serie “Insecure”, da HBO, que mostra a vida e as dificuldades enfrentadas por uma mulher negra nos dias de hoje. Issa também foi a escolhida para apresentar os candidatos ao Oscar ao lado do ator sul-coreano John Cho na noite passada. Durante os anúncios, ela demonstrou insatisfação ao anunciar que não havia nenhuma mulher entre os indicados a Melhor Diretor. “Parabéns a esses homens”, disse ela. 

© Issa Rae

Assista ao curta-metragem completo abaixo:

Repetir vídeo

Leia mais: 5 makes direto do Critic’s Choice Awards para copiar já

+ Democracia em Vertigem representa o Brasil no Oscar 2020

_____________________

Vídeo: Os melhores lançamentos de 2020 da Netflix (zoomin.tv)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de Cláudia

image beaconimage beaconimage beacon