Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Kevin Spacey e Weinsten são alvo de piada no Globo de Ouro

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 08/01/2018 Raquel Carneiro

Premiação do 75º Globo de Ouro: Seth Meyers © Getty Images Seth Meyers

“2018, o ano em que a maconha se tornou legal, e o assédio sexual, não.” Com a frase, o apresentador Seth Meyer abriu o monólogo de abertura do Globo de Ouro 2018. Ao longo da fala, o apresentador falou sobre assédio sexual e o protesto que marcou a noite. “Vivemos um momento em que é só falar o nome de um homem de Hollywood alto e as pessoas já se assustam. ‘Você ouviu sobre o Willem Dafoe?’ ‘O quê? Ele também?’ ‘Não, não se assuste, ele só foi indicado ao Globo de Ouro’”, brincou o apresentador.

Em seguida, ele alfinetou Harvey Weinstein e Kevin Spacey, dois nomes derrubados em Hollywood no ano passado pela onda de acusações de assédio sexual.

“Harvey Weinstein não está aqui, mas não se preocupem. Vamos ouvir falar sobre ele de novo, daqui uns 20 anos, quando ele se tornar a primeira pessoa a ser vaiada durante seu velório”, disse o apresentador.

Depois ele comemorou que mais uma temporada da série House of Cards será produzida. “Será que o Christopher Plummer estará disponível para substitui-lo também?”, fez a piada, lembrando que Plummer substituiu de última hora Spacey, no filme Todo o Dinheiro do Mundo.



Siga o MSN no Facebook

Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon