Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Argentina abre 2 a 0, mas joias da Premier League arrebentam e comandam virada espetacular da Nigéria em amistoso

Logotipo do(a) ESPNESPN 6 dias atrás ESPN.com.br
A SEGUIR
A SEGUIR

Em um verdadeiro jogaço no estádio de Krasnodar, uma das sedes da próxima Copa do Mundo, a Argentina abriu 2 a 0, mas viu a Nigéria virar e vencer o amistoso internacional por 4 a 2, nesta terça-feira, com direito a três gols em um espaço de 10 minutos e show de jovens estrelas da Premier League

A Albiceleste, que jogou sem o poupado Lionel Messi, deu a impressão de que golearia facilmente o rival africano ao abrir boa vantagem no primeiro tempo.

Primeiro, Banega cobrou falta e contou com a ajuda do péssimo goleiro Akpeyi para abrir o placar. 

Pouco depois, Pavón recebeu enfiada de bola e rolou para o meio da área, onde encontrou Sergio Agüero totalmente livre. Sem dificuldades, ele só rolou para dentro e ampliou.

No último lance do primeiro tempo, o atacante Kalechi Ineanacho diminuiu ao acertar uma linda cobrança de falta, que o goleiro Marchesín não alcançou.

O gol animou os nigerianos, que voltaram "voando baixo" no segundo tempo (principalmente porque o goleiro titular foi substituído pelo reserva Uzoho, muito mais seguro) para buscar a virada. 

Sampaoli perdeu a 1ª pela Argentina © EFE/Yuri Kochetkov Sampaoli perdeu a 1ª pela Argentina
O nome da reação foi mesmo o de Kalechi Ineanacho, ex-joia de 21 anos do Manchester City e que foi comprado pelo Leicester por 25 milhões de libras (R$ 108,5 milhões) na última janela de transferências. Alex Iwobi, atacante de 21 anos do Arsenal, também foi decisivo.

Logo aos 7 minutos, Iheanacho puxou pela direita e tocou para Iwobi no meio da grande área. Com um bom chute cruzado, o atacante do Arsenal tirou do alcance de Marchesín e igualou a conta na Rússia.

Completamente desnorteada, a Argentina tomou mais um apenas 2 minutos depois: os africanos chegaram tabelando e Iheanacho ajeitou para Idowu bater de chapa, decretando a virada espetacular das "Super Águias". 

E ainda tinha espaço para mais: aos 28, Iwobi recebeu de Musa e fechou a conta em Krasnodar.

Esta foi a primeira derrota do técnico Jorge Sampaoli à frente da Albiceleste. Antes, ele havia feito sete partidas, com quatro vitórias e três empates.

A Nigéria, por sua vez, mantém sua boa série recente: além de ter se classificado para a Copa do Mundo, a equipe ganhou três e empatou três de seus últimos seus jogos.

A SEGUIR
A SEGUIR


Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon