Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Bourdais passa dos 375 km/h e lidera Fast Friday interrompida por tempestade em Indianápolis. Alonso é 5º

Logotipo do(a) Grande Prêmio Grande Prêmio 19/05/2017 GABRIEL CURTY
  © Fornecido por Grande Prêmio   

A Fast Friday foi rápida não apenas nos tempos de volta, mas também no tempo de pista que os pilotos tiveram. Nesta sexta-feira (19), uma tempestade se aproximou do Indianapolis Motor Speedway e fez as ações serem interrompidas bem antes do programado, com apenas uma hora e meia de treino realizada.

A preocupação com os raios e a tempestade que chegava era tão grande que a categoria mandou consecutivos avisos para que o público deixasse o autódromo.

A chuva, desde o início do treino, já parecia ser um fator para a sexta-feira. Minutos antes da atividade começar, algumas gotas já caíam em pontos específicos da pista. Pouco depois, a primeira bandeira amarela indicou que garoava entre as curvas 3 e 4. 

Sébastien Bourdais vinha com a melhor marca da semana até o momento e, mais do que isso, a melhor volta da história do DW-12. Na preparação final para o fim de semana de definição do grid, o francês da Dale Coyne virou 38s607, 0s164 mais veloz que Ryan Hunter-Reay e 0s191 melhor que Takuma Sato, ambos da Andretti.

O melhor e único carro representante da Chevrolet no grupo dos 11 mais rápidos, Juan Pablo Montoya ficou com a quarta colocação, rodando 0s239 acima de Bourdais. O segundo melhor da montadora foi Helio Castroneves, 12º com outro carro da Penske.

© Fornecido por Grande Prêmio

Fernando Alonso voltou a guiar muito bem. O espanhol foi, ao lado de Zach Veach, quem mais aproveitou o tempo de pista seca no IMS, completando 32 voltas. Alonso, além disso, ainda mostrou bastante velocidade, completando a sessão em um ótimo quinto lugar, 0s022 atrás de Montoya.

A sequência da Honda na tabela de tempos continuou com uma trinca da Schmidt Peterson do sexto ao oitavo lugar. James Hinchcliffe foi o melhor do time, seguido por Mikhail Aleshin e Jay Howard, que liderou o treino de quinta-feira.

Provando que a Dale Coyne de Bourdais não é exceção, Ed Jones apareceu em nono, enquanto Tony Kanaan veio no décimo posto, sendo a melhor Ganassi. Seu companheiro mais forte, Scott Dixon, surgiu logo atrás, em 11º.

Além da bandeira amarela pela chuva fraca no início e a que apareceu indicando a aproximação da tempestade, houve também interrupção pelo estouro do motor de Jack Harvey, que vai tendo vida dura na preparação para a Indy 500.

Indy, 500 Milhas de Indianápolis, Fast Friday:

© Fornecido por Grande Prêmio


MENINO THOMAS MOSTRA LADO HUMANO DA F1 E AQUECE ATÉ CORAÇÃO DO ‘HOMEM DE GELO’ RÄIKKÖNEN


fechar


Mais de Grande Prêmio

image beaconimage beaconimage beacon