Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Com Diego Aguirre, São Paulo ainda não levou gols no Morumbi

Logotipo do(a) LANCE! LANCE! 17/04/2018 William Correia e Yago Rudá
Capitão do São Paulo, o goleiro Sidão não sofreu gols diante de São Caetano, Corinthians e Paraná. Todos os jogos, sob o comando de Aguirre (Rubens Chiri/saopaulofc.net) © Fornecido por Areté Editorial S/A Capitão do São Paulo, o goleiro Sidão não sofreu gols diante de São Caetano, Corinthians e Paraná. Todos os jogos, sob o comando de Aguirre (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O São Paulo ainda não sofreu gol no Morumbi desde que Diego Aguirre assumiu o comando da equipe. Nas três partidas do uruguaio em sua nova casa, contra São Caetano, Corinthians e Paraná, o setor defensivo do Tricolor saiu ileso e proporciona a confiança necessária para os decisivos confrontos com Atlético-PR, pela Copa do Brasil, e Rosario Central, pela Sul-Americana.

É bem verdade que o time ainda está longe de demonstrar o futebol que seu treinador considera o ideal. A equipe apresenta falhas no setor de criação e na conclusão das jogadas. Mesmo assim, o desempenho da defesa (o primeiro item na lista de prioridades da nova comissão técnica) está indo bem.

- Quero construir o time, primeiro, defensivamente para depois pensar no ataque. Mas, sinceramente, não gostei da nossa proposta de ataque hoje. Tivemos situações, mas faltou algo a mais. Por isso, valorizo o triunfo, mas temos de melhorar. Não é porque ganhamos que penso que está tudo bem. Que bom que fizemos um gol, mas o time precisa aparecer mais do que nos últimos jogos. Na quinta-feira, temos já um jogo decisivo - explicou o treinador são-paulino, logo após a vitória diante do Paraná, na estreia do Brasileirão.

O comandante da equipe do Morumbi ainda elogiou a qualidade dos zagueiros que tem à disposição. Vale lembrar que o uruguaio está alterando a formação tática do time durante os jogos e o São Paulo atua, em uma mesma partida, com uma linha de quatro e também com uma linha de três defensores, dependendo das situações de jogo.

- Gostei muito do Bruno Alves. Há jogadores de nível similar na zaga. No banco, tem Anderson Martins, que é espetacular. Pode jogar ele, Bruno Alves, Arboleda, Rodrigo Caio, Militão... Os zagueiros são muito bons e experientes. Se não joga o Arboleda, que fez um grande jogo na Argentina, o Bruno Alves faz um grande jogo - pontuou.

O mérito do bom desempenho defensivo, claro, não é apenas dos zagueiros. No duelo com o Paraná, por exemplo, o meia-atacante Marcos Guilherme ajudou bastante os laterais nas investidas da equipe adversária. O mesmo acontece com os meio-campistas e volantes. Atualmente, no Tricolor, todos contribuem com a marcação, o que facilita o trabalho dos defensores.

- O time está bem, jogando do jeito que ele(Aguirre) pede, com muita vontade e aguerrido. Um time com cara uruguaio. Estamos assimilando ainda (ideias do treinador) e vamos trabalhar bastante - afirmou Jucilei, um dos líderes do São Paulo e titular absoluto no meio de campo.

-------------------------------------------------------------------------------------------

Vídeo: Urso entrega bola para começar partida na Rússia (Via Esportes ao Minuto)

A SEGUIR
A SEGUIR


Siga o MSN Esportes no Facebook

Mais de Lance!

image beaconimage beaconimage beacon