Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Diego Alves diz que tem uma 'testemunha' a seu favor no confronto com Dorival e ensaia quebrar o silêncio no Flamengo

Logotipo do(a) ESPNESPN 09/11/2018 Gabriela Moreira, repórter do ESPN.com.br
Diego Alves ainda não falou publicamente sobre o caso, mas ensaia apresentar provas em entrevista © Gazeta Press Diego Alves ainda não falou publicamente sobre o caso, mas ensaia apresentar provas em entrevista

Já são 20 dias sem um pronunciamento público de Diego Alves dando sua versão para a fatídica partida em que ficaria no banco de reservas de César, contra o Paraná. O goleiro, no entanto, está planejando dar uma entrevista a um canal de televisão contando a sua visão dos fatos. 

A versão, embora ainda não seja pública, é a mesma que deu aos jogadores do clube na semana passada. De que não se negou a viajar. Que foi, na verdade, autorizado a ficar no Rio com a família. 

Versão que já foi contrariada pelo diretor de futebol, Carlos Noval, e pelo treinador Dorival Júnior.

Diego tem dito a pessoas próximas e outras nem tanto que tem uma testemunha dessa "autorização" para que ele não viajasse. Um jogador de influência no time teria presenciado a conversa que ele teve com Dorival. Segundo o goleiro, ao saber pelo treinador que tinha perdido a vaga para César, ele mostrou que não estava satisfeito com a situação e disse que não se sentia confortável para fazer aquela viagem, que preferia ficar com sua família no Rio. 

Ainda segundo Diego, Dorival disse que conversaria com o diretor de futebol e ele ficou aguardando o retorno do treinador. Enquanto o goleiro aguardava, recebeu a companhia deste jogador que ele considera seu "álibi" na guerra de versões. E teria sido na presença deste atleta, que Dorival teria dito que ele poderia ficar no Rio. 

O goleiro entendeu com isso que ele tinha autorização e a concordância dos dirigentes.  

Este jogador, no entanto, estava no grupo de colegas no auditório do CT onde houve a discussão na semana passada, quando Diego confrontou Noval e Dorival com esta versão, e não entrou no mérito para defender o goleiro. 

Barrado 

Ainda pelo que Diego tem dito a pessoas próximas, ele foi comunicado de que havia perdido a vaga. E não apenas deixado no banco de forma momentânea, como na época chegou a ser entendido pelos discursos oficiais. 

Nos últimos 20 dias, o blog vem tentando contato com o assessor de imprensa do goleiro e seu agente, Eduardo Maluf, mas não tem qualquer retorno. 

 

 

Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon