Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Palmeiras vence Fluminense com 3 gols de Luiz Adriano e fica a 3 pontos do líder Flamengo

Logotipo do(a) ESPN ESPN 11/09/2019 Francisco De Laurentiis
Luiz Adriano comemora gol pelo Palmeiras © Gazeta Press Luiz Adriano comemora gol pelo Palmeiras

Em jogo atrasado pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras passou com tranquilidade por 3 a 0 sobre o Fluminense, nesta terça-feira, no Allianz Parque.

Com o resultado, o time de Mano Menezes foi a 36 pontos, em 3º lugar, e agora a apenas 3 pontos do líder Flamengo - o vice-líder Santos tem 37.

O Flu, por sua vez, segue com apenas 15 pontos, em 17º lugar e abrindo a zona do rebaixamento.

O grande nome do jogo foi o atacante Luiz Adriano, que anotou um hat trick, com um gol no primeiro tempo e dois na etapa complementar.

Foi a primeira vez que um atleta alviverde fez três gols em uma mesma partida do Brasileiro desde que Lucas Barrios conseguiu esse feito contra o próprio Flu, em 2015.

Na próxima rodada, o Palmeiras recebe o Cruzeiro, neste sábado, às 19h (de Brasília), novamente no Allianz Parque.

No dia seguinte, às 16h, o Fluminense pega o Corinthians, no Mané Garrincha, em Brasília.

O JOGO

Empurrado pela torcida, o Palmeiras logo partiu para cima e criou uma ótima chance ainda no primeiro minuto: Luiz Adriano deu ótimo passe para Gustavo Scarpa, que bateu cruzado, de perna direita. Muriel fez grande defesa e espalmou para escanteio.

O Verdão seguiu em cima, trocando passes rápidos e chegando com enorme tranquilidade à área adversária. Aos 4, Marcos Rocha caprichou no cruzamento e Luiz Adriano testou forte, a centímetros do travessão tricolor.

E nessa pressão, ficou claro que logo o gol sairia: aos 8 minutos, Diogo Barbosa arrancou, invadiu a área sozinho e chutou na trave. No rebote, Luiz Adriano apareceu para conferir e mandar para o fundo das redes.

Após ser vazado, o Fluminense finalmente conseguiu se organizar um pouco melhor e tentou reagir. Aos 15 minutos, Nenê apareceu bem pela esquerda e experimentou de fora da área, mas a bola passou longe da trave de Fernando Prass.

Pouco depois, Nenê teve nova oportunidade em cobrança de falta. Ele levantou bem na área, e o zagueiro Digão cabeceou à esquerda da meta palestrina.

O Verdão, por sua vez, tentava chegar por meio do toque de bola, e viu Bruno Henrique surgir em boa posição para batida aos 20 minutos. O meio-campista chutou bonito, mas ela subiu um pouco a mais do que ele gostaria e foi para fora.

O Flu teve sua melhor chance na partida aos 25 minutos, em ótimo escanteio cobrado por Nenê. João Pedro se deslocou bem na área e apareceu livre para cabecear, mas não conseguiu acertar em cheio e errou o alvo.

A resposta alviverde veio aos 33: após bobeada incrível da zaga tricolor, Luiz Adriano recebeu livre na área e só rolou para Scarpa chegar batendo, completamente livre. No entanto, o meia demorou a finalizar, e Muriel conseguiu sair fechando para fazer boa defesa.

Era lá e cá: aos 35, o Fluminense chegou tocando muito bem e Ganso enfiou excelente bola para João Pedro. O atacante ficou em ótima posição para anotar, mas bateu muito mal e desperdiçou uma chance incrível.

Depois disso, porém, a partida ficou marcada pelos constantes erros de passes, e ninguém mais conseguiu produzir lances perigosos até o final da primeira etapa.

No segundo tempo, a zaga carioca cochilou aos 5 minutos e o Palmeiras por pouco não ampliou: Dudu avançou até a meia-lua e bateu rasteiro, buscando o cantinho de Muriel. A bola passou triscando a trave e saiu.

O lance, porém, acordou o Tricolor, que quase empatou aos 10: Nenê soltou um balaço de fora da área e Fernando Prass espalmou bonito, salvando os palestrinos.

Mas, em um contra-ataque mortal, o Palmeiras matou o jogo: aos 12 minutos, Dudu recebeu pela direita e cruzou rasteiro, a bola passou por toda a área e Luiz Adriano apareceu na pequena área para empurrar de esquerda para as redes.

O gol deixou o Fluminense completamente desestabilizado, e o Verdão aproveitou para ampliar a conta logo na sequência: Marcos Rocha cruzou com perfeição e Luiz Adriano acertou uma cabeçada fortíssima para anotar seu hat trick.

Sob muitos aplausos, o camisa 10 foi substituído na sequência por Borja, deixando o gramado com seu nome gritado pela torcida. Ao mesmo tempo, Thiago Santos também entrou na vaga de Bruno Henrique.

O Palmeiras seguiu muito superior e criava chances para golear: aos 29, Diogo Barbosa acertou bom cruzamento e Willian cabeceou firme, mas Muriel defendeu em cima da linha.

Depois disso, o Alviverde só cozinhou o jogo e esperou o apito final do árbitro Anderson Daronco para celebrar os três pontos e a aproximação da ponta da tabela.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 x 0 FLUMINENSE

Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP

Data: 10 de setembro de 2019, terça-feira

Horário: 21h (de Brasília)

Público: 27.956 pagantes

Renda: R$ 1.557.517,40

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno (CBF-RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (CBF-RS)

Cartões amarelos: Wellington Nem e Aírton (FLU)

GOLS

PALMEIRAS: Luiz Adriano, aos 8 minutos do primeiro tempo e aos 12 e 18 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Thiago Santos) e Gustavo Scarpa (Raphael Veiga); Dudu, Willian e Luiz Adriano (Borja) Técnico: Mano Menezes

FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Aírton (Yuri), Paulo Henrique Ganso (Dodi) e Nenê; Wellington Nem (Marcos Paulo), Yony González e João Pedro Técnico: Oswaldo de Oliveira

Vídeo: Qual será o papel de Felipe Melo no Palmeiras de Mano (ESPN)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon