Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Saiu a primeira! Ceará bate Sport em "estreia" do Presidente Vargas na Série de 2018

Logotipo do(a) LANCE! LANCE! 19/07/2018 Futebol Latino
© Fornecido por Areté Editorial S/A

Não foi suficiente para tirar a equipe da última posição do Campeonato Brasileiro. Entretanto, o primeiro passo para tentar uma recuperação no torneio foi dado pelo Ceará ganhando duelo contra o Sport pela 13ª Rodada no estádio Presidente Vargas por 1 a 0.

Com o resultado, o Vozão quebra o jejum da equipe não ter vencido até aqui na desde que retornou a primeira divisão, vai a oito pontos e continua na lanterna da Série A. Por sua vez, o time do Recife segue no sétimo lugar com 19 unidades.

O jogo

Os primeiros minutos de partida esbanjaram vontade dos dois lados, demonstrando que resguardar-se na questão física não era uma opção de nenhum dos lados. Entretanto, mesmo com o ritmo sendo acompanhado pelo bom público presente, faltava precisão no chamado "passe final" ao Ceará e, em compensação, sobrava chegadas mais fortes e seguidas faltas quando o Sport se aproximava até mesmo da intermediária do Vozão.

Pesando o aspecto técnico, quem parecia mais perigoso quando tinha a bola sob seu domínio, mesmo sendo em menor tempo que o adversário eram mesmo os pernambucanos. Não por acidente, aos 17 minutos, o volante Fellipe Bastos acertou um chute sensacional com muito efeito de fora da área e obrigou Éverson a praticar uma importante intervenção.

Soberano no aspecto da posse, quando o assunto era resolver as jogadas o Ceará encontrava nítidas dificuldades por suas próprias limitações e também com o mérito da movimentação defensiva bem coordenada do Leão da Ilha. Mesmo com todas essas dificuldades, o Alvinegro de Porangabuçu ainda conseguiu chegar ao menos uma vez com relativo perigo a meta de Magrão em cruzamento de Felipe Azevedo onde Juninho passou perto de realmente conseguir cabecear com firmeza.

Tendo a postura mais coerente nos 45 minutos iniciais, faltou finalizar mais a gol para o Sport que conseguiu com Rafael Marques, em chute meio desequilibrado, assustar mais uma vez a defesa cearense antes do apito para o intervalo do árbitro carioca Grazianni Maciel Rocha. 

Segundo tempo

A empolgação do torcedor pode se dizer que foi, aos poucos, carregando a equipe cearense em junção com a entrada do centroavante Arthur. As bolas aéreas passaram a ser bastante exploradas e foi justamente aí que o camisa 40 Alvinegro se sobressaiu para abrir a conta no Presidente Vargas.

Felipe Azevedo botou com categoria a bola dentro da grande área e o avante apareceu atrás dos zagueiros do Sport e venceu Magrão, levando a torcida a loucura.

Visivelmente "assustado" com o ambiente criado após o tento dos donos da casa, os pernambucanos passaram a errar bastante na saída de bola e cediam com muito mais facilidade a marcação anfitriã. Foi assim que Arthur chegou de novo ameaçando o gol de Magrão chutando forte, de longe, vendo a bola passar pela linha de fundo do lado esquerdo.

Depois do ritmo do Ceará principalmente na questão da velocidade ofensiva diminuir, aos poucos o Leão da Ilha foi se recolocando na partida e, com jogada rápida na finta de corpo feita por Andrigo, chutou cruzado, rasteiro, passando muito perto a bola da trave direita de Éverson.

Com a crescente do Sport, as alterações do técnico Lisca foram todas voltadas a colocar zagueiros e recuar bastante o time da casa para resistir a pressão dos visitantes até o término do confronto para comemorar uma suada vitória.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 1 x 0 SPORT

Local:

Estádio Presidente Vargas, Fortaleza (CE)

Data-hora: 18/7/2018 - 19h30

​​Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (CBF-RJ)

Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos CBF-RJ)

Cartões amarelos: -

Cartões vermelhos: -

GOLS: Arthur (4'/2°T) (1-0)

CEARÁ: Éverson; Arnaldo, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Fabinho, Richardson (Valdo, aos 34'/2'T), Juninho e Reina (Eduardo Brock, aos 31'/2°T); Felipe Azevedo e Éder Luis (Arthur, no intervalo). Técnico: Lisca.

SPORT: Magrão; Raul Prata, Léo Ortiz, Ernando (Max, aos 4'/2°T) e Sander; Fellipe Bastos, Gabriel, Marlone (Andrigo, aos 16'/2°T), Rogério e Michel Bastos; Rafael Marques (Carlos Henrique, aos 28'/2°T). Técnico: Claudinei Oliveira.

Mais de Lance!

image beaconimage beaconimage beacon