Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Governo do Rio caminha para fazer nova licitação do Maracanã

Logotipo do(a) LANCE! LANCE! 20/04/2017 LANCE!
AFP PHOTO / VANDERLEI ALMEIDA © Fornecido por Areté Editorial S/A AFP PHOTO / VANDERLEI ALMEIDA

O rumo do Maracanã está perto de ser reescrito. Apesar dos avanços recentes na negociação entre Odebrecht e Lagardère para troca de responsável pela administração do estádio, o Governo do Rio decidiu realizar nova licitação para concessão do complexo esportivo.

Segundo as informações de "Veja" e "O Globo", o passo foi dado pelo governador Luiz Fernando Pezão em reunião com integrantes da Procuradoria-Geral do Estado. Foi considerada a existência de um inquérito do Ministério Público Federal, dando conta da existência de um cartel em licitação do Rio. E o Maracanã está na lista.

O governo do Rio ainda confirma. Em nota, a assessoria limita-se a dizer que "avalia todas as alternativas existentes quanto ao uso e gestão do equipamento, sempre observadas condicionantes legais aplicáveis e o atual estágio do contrato de concessão em vigor".

A realização de uma nova licitação é tudo o que o Flamengo queria, sob o argumento de ser aberta a possibilidade da participação dos clubes no processo. O clube também não foi comunicado pelo Governo, mas, segundo o LANCE! apurou, já tinha recebido "dicas" de que a situação se encaminhava para esse desfecho.

Por parte da Odebrecht, que ainda administra o Maracanã, não houve recebimento de comunicado oficial sobre o assunto, mas a leitura interna, conforme apurou a reportagem, é que o caminho que o governo tomará será mesmo de uma nova licitação.

A construtora já tinha assinado uma espécie de pré-contrato com a francesa Lagardère para a transmissão do controle do complexo. A postulante inclusive já começou um processo de "imersão" no estádio, com escritório e tudo montado para se inteirar devidamente sobre contas e gestão. Mas vai ter que mudar os planos quando a recente tomada de decisão do governo entrar em vigor.

E MAIS:

Mais de Lance!

image beaconimage beaconimage beacon