Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Atlético-MG pode ter que pagar R$ 65 milhões por empréstimo de 99

Logotipo do(a) 90min 90min 4 dias atrás Pedro Henrique Silva
Guilherme © 90min Guilherme

​O jurídico do Atlético Mineiro começou 2017 trabalhando mais do que nunca. Isso porque além de o problema com o Grêmio no caso Victor o Galo também teria pendências com uma empresa mineira - a WRV Empreendimentos e Participações LTDA - que emprestou dinheiro ao clube para a contratação de Guilherme Alves e a renovação de Cláudio Caçapa na década de 90. Por esse motivo a justiça bloqueou novamente as contas do Galo.

O valor emprestado foi de R$ 7 Milhões, Por causa dos juros e correções em 2006 o Galo já devia R$ 17 mi, R$ 21 mi em 2008 e agora a dívida já chegou a R$ 65 milhões. Em 2007 porém, o clube conseguiu um acordo na justiça. Todavia interrompeu os pagamentos e os empresários não viram a cor do dinheiro.

O juiz Marco Aurélio Albuquerque ordenou que o valor da parcela da venda de Lucas Pratto seja depositado em uma conta jurídica, e não na do clube - situação idêntica ao caso Victor. Contudo, como o valor é muito inferior à divida, a WRV também queria o valor dos direitos televisivos de 2017.

O Atlético porém diz que não precisará pagar o montante. “Sobre a causa, que tem origem no final da década de 1990, o Atlético informa que há um recurso, já admitido, no STJ, em Brasília, que, em caso de acolhimento, fará a anulação total do crédito que a empresa em questão cobra (...)" Disse o clube em nota oficial. 

​​Leia também no MSN Brasil:

Mais de 90min

image beaconimage beaconimage beacon