Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Santa Cruz devolve placar no tempo normal, mas Flu avança nos pênaltis

Logotipo do(a) oGol oGol 26/04/2019 ogol.com.br
Santa Cruz devolve placar no tempo normal, mas Flu avança nos pênaltis © Lucas Merçon / Fluminense Santa Cruz devolve placar no tempo normal, mas Flu avança nos pênaltis

O que parecia improvável, aconteceu. Depois de muita superioridade do Flu sobre o Santa, e 2 a 0 no Maracanã, as duas equipes voltaram a se enfrentar pelo jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil. Com o Arruda lotado e muita disposição, o time coral, com gols de Jô e Pipico, devolveu a vantagem e levou o confronto para os pênaltis,. Nas cobranças, porém, melhor para o Flu, que venceu, por 3 a 2.

Com a vitória nas penalidades, o Fluminense garante vaga nas oitavas de final da competição e aguarda sorteio para conhecer seu próximo adversário.

Santa pressiona, mas para no travessão

Embalado por seu torcedor, que compareceu em peso ao Arruda, o Santa Cruz começou a partida a mil por hora. Com 20 segundos de jogo, os donos da casa chegaram com perigo pela primeira vez. Na jogada, Patrick Vieira escorou de cabeça para Pipico, que dividiu com Nino e ficou pedindo pênalti. O árbitro mandou seguir.

Os donos da casa partiram para a blitz com marcação alta, criando muitos problemas para a saída de bola do Fluminense. Tanto que a primeira jogada de perigo dos cariocas surgiu aos 12 minutos. Everaldo fez bela jogada pela esquerda e deixou Luciano cara a cara com Anderson. No entanto, o atacante tirou demais do arqueiro do Santa e mandou pela linha de fundo. Grande chance do Flu.

Com o passar do tempo, a equipe visitante passou a trocar mais passes, e viu o ritmo do adversário desacelerar. Mas, ainda assim, o Santa Cruz continuava mais perigoso. Aos 24, Charles mandou uma bomba de muito longe e obrigou Rodolfo a mandar para escanteio.

Pouco depois, os mandantes tiveram a melhor chance da primeira etapa. Airton vacilou na saída de bola, perdeu para Pipico e viu Augusto aparecer livre na área. O camisa 11 mandou uma bomba e, por muito pouco, não abriu o placar em Pernambuco. A bola explodiu no travessão e saiu.

O jogo ficou aberto nos minutos finais da primeira etapa. Primeiro, os pernambucanos aproveitaram nova bobeira de Airton na defesa, e, por cobertura, quase surpreenderam Rodolfo, que fez a defesa. Depois foi a vez de Yony González receber cruzamento do lado direito, ganhar no alto e testar para fora.

Jô e Pipico levam a disputa para os pênaltis

Na luta contra o relógio, o Santa Cruz não conseguiu manter a intensidade da primeira etapa na volta do intervalo. Com isso, o Fluminense passou a encontrar mais espaços no campo de ataque. O colombiano González teve duas oportunidades para abrir o placar, mas acabou desperdiçando.

Aos 11, o time de Fernando Diniz perdeu outra grande chance. Everaldo lançou González pela esquerda, que avançou e cruzou para Luciano. O camisa 18 não pegou bem na bola, mas quase surpreendeu Anderson, que se esticou no contrapé para salvar os donos da casa.

A resposta pernambucana foi imediata. Assim como na primeira etapa, Charles voltou a arriscar cobrança de falta de longe e levou muito perigo. Desta vez, o volante soltou um petardo, que explodiu no travessão. Na sobra, Pipico tentou de cabeça, mas mandou por cima.

O duelo entrou em trocação franca.  Neste embate, melhor para o Tricolor de Pernambuco. Aos 27, Charles cobrou falta, João Victor desviou de cabeça e Jô, com estilo, abriu o placar no Arruda. Faltava um gol para o Santa acabar com a vantagem dos cariocas. E ele veio.

Dois minutos depois, Augusto aproveitou novo vacilo da defesa visitante, avançou e parou em Rodolfo. No entanto, a bola ficou viva nos pés de Pipico, que empurrou para o fundo das redes. Gol que levou a decisão para os pênaltis.

Rodolfo salva e Flu avança

Nas cobranças, Pipico abriu a série convertendo para o Santa. Do outro lado, Luciano deixou tudo igual. Na sequência, Charles, que levou perigo em chutes de fora durante o tempo regulamentar, isolou. Gilberto teve a chance de colocar o Flu em vantagem, mas parou em Anderson.

Na terceira cobrança da disputa, Marcos Martins voltou a despediçar para o Santa Cruz. Rodolfo fez a defesa. Pedro, que entrou na segunda etapa, bateu com segurança e colocou o Fluminense na frente. Bastava não perder mais para os cariocas avançarem, mas nem foi preciso. O arqueiro do Tricolor das Laranjeiras voltou a aparecer e defendeu o pênalti de Willian Alves para colocar seu time nas oitavas da Copa do Brasil.

_______________________________________________________

Vídeo: Neymar fala de estilo de jogo 'polêmico': 'Traz público' (FOX Sports)

Repetir vídeo

Quer receber as principais notícias do MSN Brasil pelo Facebook Messenger?
Inscreva-se agora.

Mais de oGol.com.br

image beaconimage beaconimage beacon