Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Candidato à presidência do Barcelona fecha aporte à Williams, da F1

Logotipo do(a) Máquina do Esporte Máquina do Esporte 12/09/2018 Redação - São Paulo (SP)

Foto: Reprodução / Twitter (@WilliamsRacing) © Máquina do Esporte Foto: Reprodução / Twitter (@WilliamsRacing)
Por um lado o sonho de se tornar presidente de um dos maiores clubes de futebol do mundo. Do outro, a realidade de fechar um patrocínio a uma das equipes mais tradicionais da Fórmula 1. É assim que pode ser definida a terça-feira (11) do empresário catalão Víctor Font, cofundador e CEO da Delta Partners, que tem sua sede em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

A empresa de serviços profissionais (consultoria estratégica, investimento e investimento bancário) voltada para os setores de telecomunicações, mídia e tecnologia foi anunciada pela Williams como nova parceira. A Delta Partners será responsável por fortalecer o conteúdo digital da escuderia, que passa por um dos seus piores momentos na história da categoria mais importante do automobilismo mundial.

O contrato, que não teve valores e duração divulgados, está focado em aumentar as formas de conectar os mais de 20 milhões de fãs da equipe por meio de dispositivos móveis. O patrocínio também contempla a exploração de novas tecnologias como realidade virtual, por exemplo.

“Estamos vendo como uma nova geração chega ao esporte, e queremos acelerar nossa conexão com eles através de nossos canais digitais. Trabalhando com a Delta Partners, olhamos para o futuro para dar uma nova cobertura a um público global”, declarou Richard Berry, diretor comercial da escuderia britânica.

“É uma nova maneira de criar oportunidades através da construção de novos modelos de negócios em torno do engajamento dos fãs”, explicou Sam Evans, sócio da Delta Partners.

Com relação à presidência do Barcelona, Víctor Font anunciou sua candidatura em junho deste ano. O objetivo é substituir o atual mandatário do clube catalão, Josep Maria Bartomeu, que está no cargo desde 2014, após a renúncia de Sandro Rosell, e tem mandato até 2021.

Mais de Máquina do Esporte

image beaconimage beaconimage beacon