Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Chefe da Red Bull admite chances de liberar Sainz. Mas só com pagamento de “valor significativo”

Logotipo do(a) Grande Prêmio Grande Prêmio 6 dias atrás Redação GP

F1 2017 GP DA ÁUSTRIA SPIELBERG CORRIDA TORO ROSSO CARLOS SAINZ © Grande Prêmio F1 2017 GP DA ÁUSTRIA SPIELBERG CORRIDA TORO ROSSO CARLOS SAINZ

Depois de negar de imediato a possibilidade de negociar Carlos Sainz Jr., a Red Bull começa a se abrir. Christian Horner, chefe da equipe principal da marca na categoria, admitiu considerar propostas que cheguem pelo piloto espanhol. Mas com um porém: dada a valorização do piloto espanhol na F1, uma saída só deve acontecer através do pagamento de um “valor significativo”.

“Sainz tem mais dois anos de contrato com a Red Bull. Nós o valorizamos, e tudo que é valorizado tem um preço”, comentou Horner, entrevistado pela TV britânica ‘Sky Sports’. “Então se existe o desejo de alguma outra equipe por ele, ou dele próprio de ir para outro lugar, isso tem de vir junto com um preço. Caso alguém prepare uma proposta, é claro que a gente vai considerar. Mas a proposta deveria vir junta de um valor significativo, porque nós investimos no Carlos. Não vamos simplesmente entregar”, apontou.

Quem não será entregue de jeito nenhum é a dupla Daniel Ricciardo e Max Verstappen – o que acaba sendo uma notícia ruim para Sainz. “Eles estão totalmente garantidos e não há valor suficientemente alto por esses dois. Vettel provavelmente está com a chave do mercado de pilotos, mas a Red Bull não pensa em mudar sua dupla de pilotos”, comentou.

Carlos Sainz Jr (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)) © Fornecido por Grande Prêmio Carlos Sainz Jr (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool))

Sainz virou uma peça importante no mercado de pilotos depois de declarar o desejo de “dar o próximo passo na F1”, deixando a equipe júnior da Red Bull, a Toro Rosso. Sem expectativas de subir para a equipe principal, muito bem servida com Daniel Ricciardo e Max Verstappen, o espanhol pensa em uma nova rota para a carreira. Uma possibilidade que surgiu foi a de substituir Jolyon Palmer na Renault com efeito imediato, mas os franceses já descartam a alternativa.

Sainz é o nono colocado no Mundial de Pilotos, com 29 pontos. Mesmo depois de um novo abandono, agora cortesia do companheiro de equipe Daniil Kvyat, o espanhol segue se destacando como um dos grandes nomes do pelotão intermediário da F1.


Mais de Grande Prêmio

image beaconimage beaconimage beacon