Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Barcelona anuncia diminuição dos salários de seus funcionários

Logotipo do(a) ESPN ESPN 27/03/2020 Jordi Blanco e Moisés Llorens
Messi, Suárez e Griezmann comemoram vitória do Barcelona contra o Alavés © Getty Images Messi, Suárez e Griezmann comemoram vitória do Barcelona contra o Alavés

Em meio à quarentena por conta da pandemia do coronavírus, o Barcelona anunciou a diminuição dos salários de seus atletas e corpos técnicos das suas modalidades esportivas.

A redução salarial será de 70% e terá caráter retroativo desde o primeiro dia de quarentena, em 19 de março. O clube já trabalhava nessa medida desde a semana passada e o presidente Josep Maria Bartomeu havia comunicado aos capitães do time, que de início concordaram.

"Basicamente, se trata de uma redução de jornada de trabalho, imposta pelas circunstâncias e medidas de proteção e, como consequência, a redução proporcional das retribuições previstas nos respectivos contratos", explicou o clube em nota.

Com o fim da pandemia, a expectativa é que os funcionários tenham seus salários normalizados

Importante ressaltar que a redução salarial temporária é sobre os vencimentos mensais, sem incluir variáveis e bônus.

A decisão tem gerado discórdia nos atletas, em especial do futebol e do basquete. Eles gostariam de uma redução de 30% no salário geral da temporada, e não de 70% enquanto durar a pandemia.

A Espanha já tem mais de 54 mil casos do coronavírus registrados, com mais de 4 mil mortes até esta quinta-feira.

Veja abaixo a nota oficial feita pelo Barcelona:

"Dentre as medidas adotadas, cabe destacar as relativas ao âmbito de trabalho, motivadas pela necessidade de implementar medidas de adaptação das obrigações contratuais dos trabalhadores do clube e as novas, e transitórias, circunstâncias em que estamos vivendo. Se trata da apresentação dos diferentes expedientes relativos no âmbito esportivo (futebol e outros esportes), assim como o resto do staff não esportivo.

"Esses expedientes se tramitaram no Departamento de Trabalho da Catalunha, uma vez que o clube havia compartilhado com todo seus trabalhadores, esportivos ou não, todos os aspectos relativos a essa medida e seu alcance. Basicamente se trata de uma redução da jornada de trabalho, imposta pelas circunstâncias e medidas de proteção e, como consequência, a redução proporcional das retribuições previstas nos respectivos contratos, medidas que o clube quer implementar seguindo escrupolosamente as normas formais de trabalho, com o objetivo de retornar a atividade do clube o mais breve possível".

Vídeo: Amaral relembra Vasco e briga entre Romário e Edmundo (ESPN)

A SEGUIR
A SEGUIR


Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon