Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Empresário diz que Donnarumma foi ameaçado no Milan e 'nasceu pronto' para o Real

Logotipo do(a) ESPN ESPN 19/06/2017 ESPN.com.br
Goleiro Gianluigi Donnarumma, do Milan, em ação com a Itália no Euro sub-21 © Getty Goleiro Gianluigi Donnarumma, do Milan, em ação com a Itália no Euro sub-21

Ameaças fizeram o goleiro Gianluigi Donnarumma não renovar com o Milan, segundo seu empresário Mino Raiola. Em entrevista a veículos de imprensa da Itália, o agente disse que o jogador foi pressionado pelo clube, o que complicou a permanência. Ele também falou sobre o futuro do jovem e o Real Madrid.

"Nós decidimos não renovar porque foi criada uma situação que era muito hostil e violenta e não era possível superar", disse Raiola, que falou com canais de televisão italianos e ao jornal "Gazzetta dello Sport". Segundo ele, o Milan ameaçou Donnarumma de não jogar caso não renovasse o contrato.

"Eles ameaçaram Gigio e também sua família. Ameaças de não jogar, até de morte (por parte de torcedores). Nunca foi um problema econômico. Se as duas partes quisessem uma solução, a solução é encontrada. Eles tinham o orçamento de um grande clube, e Gigio é um grande jogador, eu encontraria um jeito de satisfazer a todos, mas nós nunca chegamos a falar sobre isso", acrescentou o agente.

Raiola criticou, principalmente, Massimiliano Mirabelli, diretor esportivo do Milan, que, segundo ele, foi quem mais pressionou Donnarumma pela renovação. O empresário também atacou o clube por, supostamente, não ter protegido o atleta dos rumores vazados sobre o assunto na imprensa.

A notícia de que Donnarumma não renovaria, inclusive, gerou polêmica na Polônia, onde o jovem disputa o Europeu sub-21. Durante a partida contra a Dinamarca, torcedores atiram notas de dinheiro falso na direção do goleiro e ainda exibiram uma faixa chamando o atleta de "Dollarumma".

Sobre o futuro, Raiola garantiu que não há negociação com qualquer clube, mas respondeu especificamente sobre o Real Madrid, uma das equipes que teria interesse no atleta - assim como a Juventus. "Se Donnarumma está pronto para jogar pelo (Real) Madrid? Ele nasceu pronto..."

O Milan propôs a Donnarumma uma renovação de contrato por cinco anos, com o pagamento de quatro milhões de euros (quase R$ 12 milhões na cotação atual) por temporada, mas o jogador e Raiola recusaram. O vínculo do atleta vai até o fim da próxima temporada, o que o deixa livre para negociar com qualquer equipe a partir de 1º de janeiro, sem precisar depender do clube rubro-negro.

Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon