Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

LSU atropela Clemson, é campeã universitária pela 4ª vez e Joe Burrow finaliza temporada como lenda

Logotipo do(a) ESPN ESPN 14/01/2020 ESPN.com.br
Joe Burrow levanta o troféu de campeão nacional © Getty Images Joe Burrow levanta o troféu de campeão nacional

LSU é a grande campeã do futebol americano universitário!

A universidade do estado de Louisiana venceu Clemson na última segunda-feira por 42 a 25 na final do College Football, disputada no Mercedes-Benz Superdome, em Nova Orleans, e faturou o quarto troféu nacional de sua história.

Joe Burrow em ação contra Clemson na final nacional © Getty Joe Burrow em ação contra Clemson na final nacional

O primeiro título desde 2007 veio muito graças a seu quarterback, Joe Burrow, favorito a ser recrutado como primeira escolha geral no próximo Draft da NFL.

O vencedor do prêmio Heisman (de melhor jogador do futebol americano universitário) teve outra atuação inacreditável, superando as 500 jardas e com seis touchdowns totais (cinco passados e um corrido).

Além de destronar a atual campeã Clemson, que vinha de 29 vitórias consecutivas, Joe Burrow também se tornou o primeiro quarterback de uma grande universidade a passar para 60 touchdowns em uma temporada.

“Ele é um dos maiores jogadores da história de LSU”, definiu bem o treinador campeão Ed Orgeron.

Estatísticas

Joe Burrow, QB - 31 de 49 passes, 463 jardas e 5 TDs; 14 corridas, 58 jardas, 1 TD

Clyde Edwards-Helaire, RB - 16 corridas, 110 jardas

Ja'Marr Chase, WR - 9 recepções, 221 jardas, 2 TDs

Trevor Lawrence, QB - 18 de 37 passes, 234 jardas; 10 corridas, 49 jardas, 1 TD

Travis Etienne, RB - 15 corridas, 78 jardas, 1 TD

Justyn Ross, WR - 5 recepções, 76 jardas

Primeiro tempo insano

Quem começou na frente foi Clemson. Trevor Lawrence, uma das sensações da temporada, correu para uma jarda e anotou o primeiro touchdown da partida. E quando sai na frente, Clemson venceu os últimos 50 jogos, desde 2015.

Ainda no primeiro quarto, LSU empatou. Joe Burrow, vencedor do prêmio Heisman (melhor jogador universitário), lançou um belo passe de 52 jardas para Ja'Marr Chase. Foi o 11º passe para touchdown de Burrow de mais de 50 jardas, líder do College em 2019-20.

Clemson começou com tudo no segundo quarto. BT Potter acertou um field goal de 52 jardas e desempatou: 10 a 7. 

Nem deu tempo para terminar a comemoração e Clemson ampliou. Tee Higgins correu 36 jardas para a fazer o segundo touchdown de Clemson na partida: 17 a 7.

Os 10 pontos de diferença já foram a maior desvantagem que LSU enfrentou em toda a temporada!

Burrow diminuiu o placar ainda no segundo quarto. Touchdown corrido de três jardas: 17 a 14.

Não demorou para a virada acontecer. Faltando pouco mais de cinco minutos, Burrow deu um passe de cobertura para Ja'Marr Chase anotar o seu segundo touchdown: 21 a 17. Chase se tornou o primeiro jogador da conferência SEC com 20 recepções para TD em uma temporada.

Ainda no último lance do primeiro tempo, teve mais um touchdown de LSU. Burrow lançou um passe de seis jardas para Thaddeus Moss. Antes, o quarterback havia corrido 29 jardas para deixar LSU numa bela posição de campo.

Após estar perdendo por 17 a 7, LSU conseguiu 21 pontos seguidos e foi para o intervalo vencendo por 28 a 17.

Show de Burrow

Logo no começo da segunda etapa, Clemson se aproximou no placar. Travis Etienne correu para três jardas e conseguiu o touchdown. Os Tigers ainda converteram dois pontos e ficaram apenas três pontos atrás do placar: 28 a 25.

Vantagem que foi ampliada novamente na sequência. Mais um passe de de Burrow para Moss e touchdown de LSU: 35 a 25.

Com esse touchdown, Burrow chegou a 59 passes para touchdown, recorde da história do College em uma só temporada.

O 5º passe para TD de Burrow veio no começo do último quarto. Foram 24 jardas para Terrace Marshall Jr, e LSU abriu 42 a 25. Placar esse que se manteve até o final, graças também a um fumble sofrido por Trevor Lawrence na última campanha ofensiva de Clemson, a três minutos do cronômetro zerar.

Mais de ESPN

image beaconimage beaconimage beacon