Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Ninguém ainda ameaça o "Big Three" do tênis, diz Murray

Logotipo do(a) Reuters Reuters 23/02/2021
Novak Djokovic com título do Aberto da Austrália © Reuters/LOREN ELLIOTT Novak Djokovic com título do Aberto da Austrália

(Reuters) - Andy Murray não ficou surpreso quando Novak Djokovic conquistou seu nono título do Aberto da Austrália no domingo, e disse que os jovens talentos do circuito masculino não diminuíram a distância do "Big Three".

Daniil Medvedev chegou à final em Melbourne na esteira de uma sequência de 20 vitórias, mas foi derrotado em três sets por Djokovic, que obteve sua 18ª coroa de Grand Slam.

Com o triunfo do sérvio, 15 dos últimos 16 grandes torneios foram vencidos por Djokovic, Roger Federer e Rafael Nadal.

"Esperava que a final fosse mais disputada, mas também sei como Novak é bom lá e quando está inspirado e altamente motivado", disse Murray, que desistiu do torneio por não ter conseguido cumprir uma "quarentena viável" após um exame positivo de Covid-19.

"Devolver ou sacar em uma final de Grand Slam é diferente de uma quarta de final ou uma semifinal quando você está enfrentando alguém que venceu 17 delas", disse.

"É muito intimidante, e os mais jovens não mostraram que estão particularmente próximos".

O britânico de 33 anos, vencedor de três Grand Slams, disse que não assistiu à maior parte do torneio por causa da decepção de não ter participado.

"Assisti muito pouco, queria estar lá e foi sofrido. Parei de seguir todos os tenistas que sigo nas redes sociais porque realmente não queria ver aquilo".

(Por Arvind Sriram em Bengaluru)

View the full site

image beaconimage beaconimage beacon