Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Bayern de Munique-Real Madrid, radiografia de dois gigantes

Logotipo do(a) AFPAFP 25/04/2018 Por Christophe BEAUDUFE, Jean DECOTTE
(Da esq. para dir.) O lateral Rafinha e o meia francês Franck Ribery no treino no Bayern de Munich em Munique, em 24 de abril de 2018 © Fornecido por AFP (Da esq. para dir.) O lateral Rafinha e o meia francês Franck Ribery no treino no Bayern de Munich em Munique, em 24 de abril de 2018

Bayern de Munique e Real Madrid, dois gigantes centenários que somam 17 títulos de Liga dos Campeões, se enfrentam pela 25ª vez nesta quarta-feira pelo jogo de ida da semifinal do torneio, em um duelo de titãs esportivos e financeiros.

- 'Rekordmeister' contra 'Rei da Europa' -

O Bayern de Munique, fundado em 1900, e o Real Madrid, nascido dois anos depois, são dois nobres do continente. 12 troféus do principal torneio do continente estão na história do time merengue, um recorde absoluto, contra cinco do time bávaro, empatado na terceira colocação do pódio com o Liverpool (Milan é o segundo com sete).

Ambos também dominam seus campeonatos locais. O Bayern acaba de conquistar sua 28ª Bundesliga, mas está atrás das 33 taças de Campeonato Espanhol vencidas pelo Real Madrid.

Se o Real Madrid participou das últimas oito semifinais na Liga dos Campeões, com três títulos europeus nos últimos quatro anos, o Bayern acumula sete semifinais em nove temporadas, conquistando o troféu em 2013, após vice-campeonatos em 2010 e 2012.

- Ações populares -

Segundo a consultoria Deloitte, os dois clubes estão no Top 5 mundial de equipes com maiores receitas.

O Real Madrid, que durante muito tempo esteve na liderança antes de perder a primeira colocação para o Manchester United, registou 674,6 milhões de euros em 2016-2017, enquanto o Bayern (4º) recebeu 587,8 milhões de euros no mesmo período.

Os dois clubes também têm em comum suas ações populares: o Real Madrid, assim como outros três clubes espanhóis, pertence a seus 92.000 sócios que elegem o presidente e votam o orçamento.

Já pelo Bayern, 75% da empresa Bayern pertence a associação Bayern e seus 280.000 membros. Adidas, Audi e Allianz dividem o restante das ações em partes iguais (8,33%).

- Mercado local x 'Galáticos' -

No Real Madrid, Florentino Pérez saneou as contas do clube com uma receita simples: comprar os melhores jogadores do mundo gastando milhões para associá-los a uma constelação de "galáticos"

"Se o Real Madrid tem os melhores jogadores do mundo em cada posição, a receita não será um problema", resumiu o presidente merengue em entrevista à AFP em 2016.

Daí surgiram as contratações de Figo, Zidane, Beckham, Cristiano Ronaldo, Benzema, Bale nas duas passagens como mandatário, entre 2000-2006 e pela segunda vez desde 2009.

Por outro lado, o Bayern é menos barulhento e mais prático, apostando em atrair os melhores jogadores da Bundesliga para enfraquecer a concorrência local e se reforçar no âmbito europeu. Os caso mais recentes são do atacante Sandro Wagner, que chegou na janela de inverno vindo do Hoffenheim, e o meia Leon Goretzka, que vai deixar o Schalke no final da temporada para assinar contrato.

Segundo o site especializado Transfertmarkt, o valor de mercado do elenco do Bayern é de 779 milhões de euros, contra 962,5 milhões do Real Madrid.

- Allianz Arena x Santiago Bernabéu -

A Allianz Arena de Munique (75.000 lugares), construída para a Copa do Mundo da Alemanha-2006, tem menos capacidade do que o Santiago Bernabéu (81.000), inaugurado em 1947 e sede da final da Copa do Mundo da Espanha-1982.

Mas ambos são uma mina de ouro para seus respectivos donos.

Assim, o Bayern conseguiu devolver em apenas nove anos e meio o valor total de 346 milhões de euros financiados para a construção do estádio com estilo futurista. O empréstimo tinha validade para 25 anos.

Pelo lado merengue, o Bernabéu é também um museu, centro de lazer e sala de espetáculos.

O presidente Pérez quer acrescentar ao estádio um teto retrátil e novos espaços, como um shopping e até um hotel. As obras de aproximadamente 400 milhões de euros estão perto de começar.


Siga o MSN Esportes no Facebook


image beaconimage beaconimage beacon