Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Mentiras que você deve evitar em uma entrevista de emprego

Logotipo do(a) Salon Line Salon Line 2 dias atrás Tayla Pinotti
Entrevista de emprego © Shutterstock Entrevista de emprego

Na busca pelo primeiro trabalho ou até mesmo pela necessidade de recolocação no mercado profissional, muitas pessoas acabam inventando informações para se destacar em uma entrevista de emprego.

Apesar de comum, mentir para os recrutadores é uma prática que deveria ser abolida, inclusive porque a mentira é considerada por eles o fator mais grave durante uma entrevista.

É importante deixar claro que existe uma grande diferença entre querer valorizar algumas habilidades e inventar informações.

Por exemplo: se o candidato sabe mexer com os programas do Pacote Office, ele pode incluir essa habilidade no currículo, mas ele não deve dizer que fez um curso de informática se ele não tiver realmente feito.

Em alguns casos, as mentiras contadas pelos candidatos podem passar despercebidas, mas, ao mesmo, elas raramente se sustentam por muito tempo.

Além disso, a honestidade sempre conta muitos pontos a favor do entrevistado e os recrutadores prezam muito pela autenticidade do candidato.

Mesmo sabendo disso tudo, muitas pessoas ainda enxergam nas mentiras uma forma de se destacar e, dessa forma, conquistar a tão desejada vaga.

Se você está na busca por um emprego, veja quais são as mentiras que você deve evitar durante uma entrevista.

- Mentir sobre o motivo da saída de um emprego

Um candidato nunca irá dizer que foi demitido por má performance ou comportamento e isso é totalmente compreensível, mas inventar desculpas clichês como “reestruturação da empresa” pode não pegar tão bem.

Por isso, se você não se sentir à vontade para falar literalmente o real motivo da sua demissão, procure usar eufemismos e amenizar a situação se ela for desagradável.

- Dizer que você é fluente em uma língua que você não é

Essa é uma das mentiras mais frequentes, afinal, nos dias atuais muitas pessoas se sentem envergonhadas de admitirem que não sabem falar inglês.

Mas, mesmo que você não saiba falar a língua ou se o seu nível é básico, não tenha medo ou vergonha de ser sincero. Inclusive, mentir pode acabar sendo muito pior, já que o recrutador pode querer testar o seu inglês (ou outro idioma) durante a entrevista.

- Dizer que fez intercâmbio sem ter feito

Ter um intercâmbio no currículo realmente pode fazer a diferença para muitos recrutadores, mas incluir uma experiência que você não tem não é uma atitude recomendada.

A maioria dos candidatos nunca fez intercâmbio e não há o menor problema nisso.

- Falar como se tivesse liderado projetos que apenas participou

Muitas pessoas, durante uma entrevista de emprego, falam de projetos que participaram como se os tivessem liderado.

Isso acontece porque os candidatos querem passar a impressão de que tinham cargos altos na tentativa de impressionar ou de assumir posições maiores.

- Inventar certificados ou diplomas

Ter um diploma é mais do que necessário para muitas vagas de emprego, mas dizer que você é formado em alguma universidade ou faculdade sem nem ao menos ter frequentado nenhuma aula é, no mínimo, um desaforo.

Não invente informações e tão pouco falsifique documentos para conseguir um emprego, certo?

image beaconimage beaconimage beacon