Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Como ser mais segura de si: 5 dicas para dar um ‘boost’ na autoestima

Logotipo do(a) Superela Superela 6 dias atrás Luisa Rodrigues
como ser mais segura © Reprodução como ser mais segura

Já parou pra pensar que uma das coisas que mais nos impede de perseguirmos nossos sonhos é o medo do fracasso? Esse sentimento, na verdade, tem até outro nome e sobrenome: falta de autoconfiança. É uma coisa muito chata que todas nós enfrentamos em um certo ponto da vida. Porém, não deveria ser assim, né? Daí, a pergunta que não quer calar é a seguinte: como superar esse medo? Como ser mais segura de si e mandar as coisas que te limitam irem pastar?

Trabalhando na sua autoconfiança e autoestima!

Ok, ok. É fácil falar, né? Mas se você já tem autoestima baixa, COMO ter força e autoconfiança para mudar isso? Será que “confiança” é algo que podemos controlar? Bem, euzinha aqui acredito que sim. Afinal, nada disso é genético ou fisiológico. É claro que existem fatores determinantes como a depressão, por exemplo, mas quando decidimos tomar as rédeas de nossas vidas de uma vez por todas, tudo se torna possível.

Então, antes de partir para as dicas de fato, devo dizer o seguinte: se você acredita que os medos que te limitam são mais fortes que sua vontade de encará-los de frente, procure por ajuda profissional. Não há nenhuma vergonha nisso. Afinal, você está cuidando da própria saúde corporal e mental, e isso SEMPRE será mais importante que qualquer outra atitude a ser tomada.

Ok! Tendo colocado alguns pinguinhos nos ‘is’, vamos às dicas:

Como ser mais segura de si?

1. Pense positivo

Uma das táticas mais infalíveis para se tornar mais segura é substituir seus pensamentos negativos pelos positivos. Acredite: só de começar a enxergar as coisas boas ao invés das ruins já faz uma puta diferença. E funciona! Eu mesma sou prova disso. Quando fui diagnosticada com Depressão, minha psicóloga falava: TUDO na vida tem um ponto positivo. Tudo tudo tudo.

Um exemplo (forte, porém real): algumas coisas na vida precisam acontecer para que coisas boas venham. Um surto de dengue promove mais campanhas e conscientização coletiva, um terremoto instiga arquitetos a construírem estruturas mais resistentes a esse tipo de impacto, a morte de alguém pode aproximar uma família distante etc.

Então, não precisa ser uma Poliana da vida e se tornar ingênua com relação à vida, mas sim aprender que pensamentos positivos atraem coisas positivas. Então, ao invés de pensar que você é um lixo por estar desempregada, que tal lembrar de todas as suas qualidades e confiar nelas para conseguir um novo emprego? Ou então: se você se sente muito gorda e feia, que tal ver a beleza disso tudo? Seu corpo não se resume apenas à gordurinhas localizadas, sabe?

Vá por mim, funciona que é uma beleza!

2. Conheça a si mesma

Quando uma general SÁBIA vai para a batalha, ela aprende TUDO sobre seu inimigo. Afinal, não se pode derrotá-lo sem conhecê-lo. E sim, quando você está tentando superar um pensamento negativo sobre si mesma e substituí-lo por um positivo, cheio de autoestima e autoconfiança, seu inimigo é você mesma.

Logo, conheça-se bem. Comece a ouvir seus pensamentos. Escreva um diário (ou bullet journal) sobre você, suas ações, seu cotidiano e comece a analisar quando seus pensamentos negativos acontecem, se existem gatilhos ou padrões e por aí vai. Observe, também, os momentos em que você consegue pensar, naturalmente, coisas boas sobre você. Isso acontece quando você acorda? Quando dorme? Quando consegue algo difícil?

Assim, fica mais fácil pensar sobre suas limitações e o quão reais elas são, sabe? Será que esse medo de falhar na entrevista de emprego REALMENTE merece sua atenção, ou ele aconteceu em um momento de vulnerabilidade? Será que você se sente “feia” porque viu uma mulher completamente photoshopada na revista da sala de espera da dentista?

Cave bem fundo dentro de si mesma, descubra seus pontos fracos e fortes e, quando conhecê-los de cor, favoreça ainda mais os fortes e tente aprimorar os fracos da forma como pode, sem cobranças nem desespero. Você vai ver que a ansiedade e os medos se tornarão MUITO menores dessa forma.

3. Seja gentil e generosa consigo mesma

Ok, isso pode parecer piegas mas, para saber como ser mais segura de si é preciso, primeiro, ser boa consigo mesma e não se cobrar demais. Ser gentil e generosa com o seu corpo, suas emoções e atitudes é fundamental para aumentar a autoestima e seguir em frente. Com o tempo, você perceberá que a pessoa que mais exige as coisas de você é você mesma, e não os outros.

Perdoe-se mais, ame-se mais e se escute mais. Você está se sentindo triste ou errou em alguma tarefa? Que tal se consolar ao invés de se condenar e, depois, analisar o que pode ser feito para consertar isso? Bem melhor, né?

4. Aumente suas competências

De que forma você se sente mais competente? Uai… tornando-se mais competente, né! “Ah, beleza então, Luísa. E como é que eu faço isso, criatura?” Estudando e praticando, oras. Não tem segredo. Procure por cursos que podem agregar seus conhecimentos (na sua área de trabalho ou outras), leia e pesquise mais sobre os assuntos que você gosta e nutra sua mente com informações valiosas para você e seu futuro.

Você vai ver o QUANTO é gratificante, por exemplo, saber responder a uma pergunta que alguém te fez porque um belo dia você estava com insônia e resolveu assistir alguns tutoriais no Youtube, por exemplo. Afinal, uma das principais formas de entender como se sentir segura de si mesma é passando por uma experiência que afirme seus pontos fortes.

Por isso, uma forma de saber como ser mais segura é buscando por muito conhecimento, viu? Nunca se contente com aquilo que você já sabe.

5. Concentre-se em encontrar soluções

Se você é reclamona ou se concentra apenas em seus problemas, mude seu foco A-GO-RA. Concentrar-se em soluções ao invés vez de problemas é uma das melhores coisas que você pode fazer pela sua confiança e autoestima. “AAAAh, eu sou uma gorda e preguiçosa mesmo!” Não, não é. Comece a pensar em como você pode mudar isso e pare de aceitar descrições pejorativas sobre si própria, ok? “Ahhhh, mas eu não tenho ânimo”. Ok, qual é a solução para isso então? Um psicólogo? Uma reposição de vitaminas? Uma boa dose de endorfinas? “Ahhh, mas eu não tenho tempo?” Ok, e o que podemos fazer para mudar isso? Dormir mais cedo? Usar as horas vagas no fim de semana? E aí?

Força, mulher! Não afunde em seus problemas. Faça de tudo para nadar na superfície deles e encontrar as melhores soluções possíveis. Você vai ver o quanto isso te dará forças para enfrentar as dificuldades do dia a dia e confiar mais em si mesma. Afinal, você começará a ver que muitas de suas angústias não são um bicho de sete cabeças!

Enfim… para saber como ser mais segura de si… basta se permitir

O principal disso tudo, mulher, é ser boa consigo mesma, sabe? Queira se sentir linda, bem, saudável e bem-sucedida. QUEIRA isso para si mesma DO FUNDO DA SUA ALMA. Não se machuque, não se cobre demais, não seja má consigo mesma. O mundo já é tão chato de vez em quando, pra quê piorar isso?


Siga o MSN no Facebook

Mais de Superela

image beaconimage beaconimage beacon