Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Conheça o Ho’oponopono: a meditação havaiana com poder de cura

Logotipo do(a) Cláudia Cláudia 30/07/2018 Carol Gomes
ioga © ThinkStock ioga

Você tem dificuldade em se perdoar e até mesmo lidar com situações difíceis em seu cotidiano? Não se preocupe, porque talvez a solução seja mais simples do que parece, como esta meditação criada no Havaí.

Conhecida pelo nome de Ho’oponopono – palavra derivada do vocabulário havaiano que “significa colocar em ordem ou limpar aquilo que não serve–a técnica “foca na autorresponsabilidade e perdão pessoal e que isso, naturalmente, nos encaminha para a gratidão e a alegria”, explica a terapeuta holística Regina Restelli.

Como funciona?

“O mantra utilizado é muito simples. São quatro frases que você pode repetir quantas vezes você quiser e quando você quiser. Elas são: sinto muito, me perdoe, eu te amo e eu sou grata“, esclarece a terapeuta. 

É muito importante seguir a ordem das palavras porque isso lhe ajuda a passar por um processo de autoconhecimento gradual. Funciona assim: você primeiro absorve o fato ou a situação difícil (sinto muito), depois deixa explícito o querer e a vontade de purificar tal acontecimento (perdão), passando depois pelo reconhecimento da luz que existe no outro e em você mesma (eu te amo), para assim acabar se perdoando e se purificando (eu sou grato).

Quem pode fazer?

“Qualquer um pode praticar. Mentalmente ou em voz alta”, afirma Regina. Além disso, realizar o mantra diariamente quando “coisas desagradáveis” acontecem no seu dia a dia, irá proporcionar uma evolução pessoal para você, tanto emocionalmente quanto fisicamente. Segundo a terapeuta, a meditação havaiana ajuda alguém a ser “mais seguro, menos violento e mais ético.”

Por que fazer?

No final, o resultado desta meditação propõe um autorrespeito em si mesmo, justamente porque você se reconhece melhor. A prática diária leve a um processo mais rápido de “se perdoar e perdoar ao próximo”, reforça Regina, fazendo com que você elimine os sentimentos ruins que só servem para afetar o nosso bem-estar.

Leia também: Os 5 benefícios do matchá para a pele

+  É preciso usar protetor solar mesmo no inverno?

Já votou no Prêmio CLAUDIA? Escolha mulheres que se destacaram

Mais de Cláudia

image beaconimage beaconimage beacon