Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Crianças se interessam mais por armas quando as veem em filmes

Logotipo do(a) Superinteressante Superinteressante 26/09/2017 Guilherme Eler
Crianças brincam mais com armas quando as veem em filmes © iStock Crianças brincam mais com armas quando as veem em filmes

Filmes com cenas violentas e armas de fogo aumentaram o interesse de crianças por armas de verdade. Além de brincarem por mais tempo, eles também tentaram disparar o gatilho um número maior de vezes, em comparação àquelas que não tiveram contato com os filmes.

Esses foram os resultados de um experimento da Universidade do Estado de Ohio, nos EUA, que envolveu 104 crianças. Elas tinham entre 8 e 12 anos de idade e estavam divididas em 54 duplas. Cada dupla mantinha certa relação entre si, fossem irmãos, primos, meio-irmãos, ou amigos. De dois em dois, eles foram aleatoriamente colocados para assistir a trechos de 20 minutos de dois filmes:As Aventuras de Rocketeer e A Lenda do Tesouro Perdido

. As cenas de cada filme foram alteradas para mostrar ou não armas de fogo, sem comprometer o andamento da narrativa.

Depois da sessão pipoca, eles foram levados a uma sala a parte, onde poderiam brincar por 20 minutos com uma série de brinquedos e jogos. Durante esse tempo, a porta ficaria fechada para que eles não fossem incomodados por ninguém. No armário em que os brinquedos estavam guardados, estava também, em uma das gavetas, uma pistola calibre .38 verdadeira. Para evitar qualquer estrago, a arma não disparava – mas seu gatilho e martelo funcionavam perfeitamente.

Quase 83% das crianças encontraram o objeto escondido na gaveta do móvel. As reações, então, foram principalmente duas: alertar um dos pesquisadores e devolver a arma, postura de cerca de 27% dos pequenos, ou manusear a arma – como fizeram mais de 42%.

Quem havia assistido a um filme que tinha cenas com armas passou mais tempo brincando com a arma – em média, 53 segundos – e acionou mais vezes o gatilho (2,8 vezes). O número de acionamentos de quem encontrou a arma mas não tinha sido estimulado com o filme, por outro lado, foi muito menor: 0,01. Eles também passaram menos tempo com a arma em mãos (pouco mais de 11 segundos). Segundo os pesquisadores, ver ou não o filme também determinou a forma como cada criança manuseava o armamento, com mais ou menos violência, apontando ou não para seu colega de dupla.

“As crianças pensam que os personagens dos filmes são legais, e querem imitá-los”, declarou Brad Bushman, um dos autores do estudo, ao site LiveScience. “Seria surpreendente se elas imitassem personagens que fumam, bebem e não fizessem o mesmo com outras coisas”.

A pesquisa foi publicada no jornal JAMA Pediatrics.

Mais de Superinteressante

Superinteressante
Superinteressante
image beaconimage beaconimage beacon