Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Descubra como estimular o desenvolvimento das crianças em meio à quarentena

Logotipo do(a) Seleções Seleções 6 dias atrás Julia Monsores - Revista Seleções
Descubra como estimular o desenvolvimento das crianças em meio à quarentena © Choreograph/iStock Descubra como estimular o desenvolvimento das crianças em meio à quarentena

Tocando, conhecendo e sentindo o cheiro de tudo: é assim que ocorre o desenvolvimento das crianças, sempre com muita curiosidade e experimentação. Por isso, é importante que, mesmo durante esse período de quarentena, em que as opções tornam-se mais limitadas, elas sejam encorajadas a explorar e aprender como as coisas funcionam. E os pais tem papel fundamental nisso.

Pesquisas feitas para identificar até que ponto o grau de desenvolvimento da criança pode ser afetado quando ela é proibida de explorar seu espaço demonstram que pais que possibilitaram uma exploração supervisionada tiveram crianças com desenvolvimento mais produtivo e dinâmico e aprendizagem mais rápida do que as crianças que não tiveram a mesma oportunidade.

A supervisão dos pais requer comunicação, paciência e um desejo de ajuda. E não de repressão, censura ou imposição de ordens e pontos de vista.

Como estimular o desenvolvimento das crianças mesmo em meio à quarenta?

 Como agir com o leitor iniciante?   Primeiramente, lemos para a criança, depois lemos junto com ela. Acima de tudo, não crie expectativas em relação à duração dessa fase – para algumas crianças, ela é bem longa. Tenha certeza de que um dia ela começará a ler sozinha.  © lisafx/iStock

Como agir com o leitor iniciante?

Primeiramente, lemos para a criança, depois lemos junto com ela. Acima de tudo, não crie expectativas em relação à duração dessa fase – para algumas crianças, ela é bem longa. Tenha certeza de que um dia ela começará a ler sozinha.

• Crie um ambiente em casa que estimule a curiosidade delas. Garanta que a sua atitude como pai em relação ao aprendizado seja de entusiasmo e reforce-lhe isto.

• O celular é uma ferramente incrível que permite a descoberta de novas informações e saberes. Porém, é preciso impor um certo limite, pois seu excesso pode trazer consequências negativas para a saúde dos seus filhos. Por isso, estimule um uso equilibrado.

• Quanto mais velha a criança maior a importância de ter um grupo de colegas para desenvolver a motivação. Por isso, encoraje seu filho a ter contato com colegas motivados positivamente nos afazeres escolares e intrinsecamente pelo aprendizado, mesmo que, neste período, esse contato seja virtual.

• Incentive a leitura! Os livros são ótimas ferramentas de desenvolvimento para as crianças.

• Caso seja possível, premie o bom trabalho, em vez de recompensar uma tarefa cumprida de maneira razoável. Uma boa ideia é incentivá-los a participar das atividades domésticas, como varrer o chão ou secar as louças.

• Crie oportunidades estimulantes e interessantes para seu filho aprender, usar a imaginação e criar, podendo ver o resultado da própria criatividade e trabalho. Quanto mais o seu filho puder ver a conexão entre as próprias ações e um resultado, mais responsabilidade ele terá sobre essas ações.

• Encoraje-o a se envolver o máximo possível em tomadas de decisões, seja em casa ou em meios às aulas virtuais.

Mais autoconfiança e independência

© piadas

Diversos estudos já constataram que crianças que são estimulas apresentam maior senso de independência e autoconfiança.

Em um estudo realizado nos Estados Unidos foi analisada a atitude das crianças que puderam explorar o meio ambiente, com supervisão dos seus pais. Como consequência, elas melhoraram o humor, mostraram-se mais motivadas e interessadas no aprendizado, tiveram uma atitude otimista consigo mesmas além de um relacionamento sólido e comunicativo com os pais.

Já os pais não-permissivos deixavam de dar explicações sobre o porquê de não poderem tocar ou fazer alguma coisa. E assim, mantinham atitudes autoritárias e tinham um alto nível de neuroses. As crianças com pais distantes não sentiam confiança em fazer perguntas.

As consequências de direcionar e supervisionar o filho na exploração do mundo são positivas tanto para a criança quanto para a família. Na escola, essas crianças se tornam alunos melhores e anseiam por aprender. Assim, apresentam um comportamento mais confiante e fazem perguntas para satisfazer uma curiosidade. Sentem-se orgulhosas de si mesmas, mostram segurança e independência.

Por isso, mesmo em meio à quarentena, procure estar presente e incentivar o desenvolvimento dos seus filhos.

____________

Vídeo: Hailey Bieber descarta boatos de cirurgia plástica (Bang Showbiz)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de Seleções

image beaconimage beaconimage beacon