Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Após granizo na madrugada, BH pode ter mais chuva no domingo de Páscoa

Logotipo do(a) EM.com.br EM.com.br 12/04/2020 Cristiane Silva
Árvore tombada na Praça Inácio Fonseca, no Bairro Calafate © Álvaro Duarte/EM/DA Press Árvore tombada na Praça Inácio Fonseca, no Bairro Calafate

Moradores de algumas regiões de Belo Horizonte foram surpreendidos com uma chuva de granizo durante a madrugada deste domingo de Páscoa. Outras partes da cidade foram atingidas por fortes rajadas de vento que derrubaram árvores e provocaram quedas de energia. Segundo a meteorologia, o fenômeno foi rápido, mas a cidade pode ter mais chuva ainda hoje. 

“Foi um sistema pequeno que se formou bem aqui na capital mineira. E como encontra a cidade com temperaturas elevadas, por causa do asfalto e concreto, surgiu uma condição para esse sistema se intensificar”, explica o meteorologista Cléber Souza, do 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). “Esta área de instabilidade agiu apenas nas regiões Centro-Sul e Oeste, causando granizo fraco. O maior problema foram os ventos superiores a 80 quilômetros por hora em algumas regiões”, detalhou. 

O Corpo de Bombeiros informou nesta manhã que a corporação foi acionada para atender apenas uma ocorrência durante a chuva, uma queda de árvore na Rua das Camélias, no Bairro Nova Suíça. Os galhos atingiram a fiação da rua, mas após o trabalho dos bombeiros, o risco de choque foi eliminado. 

No Bairro Prado e entorno, ainda há imóveis sem energia por conta de danos à rede elétrica. Muitas árvores caíram. “Temos reforço de equipes atuando na área, e a previsão é de que até o meio-dia de hoje a maioria dos clientes esteja com o fornecimento normalizado. O restante será normalizado até o final do dia”, informou a Cemig por meio de nota. Na Grande BH também há reclamações, segundo a companhia, mas pulverizadas, sem grandes blocos de imóveis sem luz. 

Para hoje, a condição é de céu parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva. A temperatura mínima foi de 17°C e a máxima pode chegar aos 29°C. “Chove de novo por causa do aquecimento durante o dia. Para amanhã e terça já não há previsão de chuva, só variação de nebulosidade”, disse Cléber Souza. 

A partir de quarta-feira, o clima volta a ficar instável em Belo Horizonte. Com temperaturas variando entre 16°C e 30°C, a região deve ser afetada pela chegada de um novo sistema na região Sudeste do país, que pode ser uma frente fria ou um cavado (sistema formado pela ondulação no fluxo de ventos em vários sentidos e corredores de umidade), que pode provocar chuvas com rajadas de vento e trovoadas. 

No interior, mais chuva e temperatura mais baixa

Neste domingo, segundo o meteorologista do Inmet, a chuva continua no Norte de Minas Gerais. Isso acontece em função de um sistema meteorológico perto litoral da Bahia que também afeta o estado vizinho. A chuva deve continuar na segunda-feira. A partir de terça, a previsão é de chuva nas regiões Sul e Triângulo Mineiro. 

Ainda no interior do estado, a região Sul registrou a menor temperatura do ano. Segundo Cléber Souza, Monte Verde, distrito de Camanducaia, teve 3,9°C nesse sábado. Hoje, a temperatura mínima chegou a 4°C. 

Mais de EM.com.br

image beaconimage beaconimage beacon