Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Atirador da Catedral de Campinas é analista de sistema sem antecedentes criminais

Logotipo do(a) EL PAÍS EL PAÍS 11/12/2018 Heloísa Mendonça
Carteira de motorista do apontado como atirador do Catedral de Campinas. © Fornecido por Prisa Noticias Carteira de motorista do apontado como atirador do Catedral de Campinas.

Baixe o app Microsoft Notícias e fique atualizado sobre as notícias mais importantes para você. Disponível para iOS e Android.

A polícia identificou como Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, o homem que abriu fogo dentro daCatedral Metropolitana de Campinasnesta terça-feira matando ao menos quatro pessoas —ele foi alvejado por policiais e se matou em seguida. Segundo o delegado do caso, José Henrique Ventura, ele é analista de sistema sem antecedentes criminais –registrou ao menos dois boletins de ocorrência como vítima, um deles reclamando de perseguição.  

O delegado Ventura, que concedeu entrevista à imprensa diante da Catedral de Campinas, exibiu a carteira de motorista de Grandolpho e afirmou que, de acordo com as primeiras apurações, ele não era um frequentador conhecido da igreja. Ele portava uma pistola 9 milímetros.

O analista de sistema tinha uma página no Facebook, na qual informava ter estudado no Colégio Técnico da Unicamp e na Unip, em Campinas. Ele praticamente não alimentava a plataforma. Consta que ele foi aprovado no concurso de auxiliar de promotoria do Ministério Público de São Paulo e estava lotado na Comarca de Carapicuíba, região metropolitana de São Paulo, até pedir exoneração do cargo em 3 de julho de 2014.

Com informação da Agência Brasil.

Autoridades retiram corpo da catedral. Autoridades retiram corpo da catedral.

Mais de El País

image beaconimage beaconimage beacon