Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Carlos Viana diz contar com Bolsonaro e defende debate sobre urnas eletrônicas

Logotipo do(a) Folha de S.Paulo Folha de S.Paulo 13/05/2022 ISAC GODINHO

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - O senador e pré-candidato ao governo de Minas Gerais Carlos Viana (PL) afirmou nesta sexta-feira (13) em sabatina da Folha e do UOL que sua campanha tende a crescer nas intenções de voto com o apoio declarado do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Hoje, Viana disputa grande parte do eleitorado bolsonarista com o atual governador do estado, Romeu Zema (Novo), que teve o apoio de Bolsonaro na eleição de 2018.

De acordo com ele, mesmo estando em terceiro lugar nas pesquisas, com 9% de intenção de voto, sua campanha chega a cerca de 18% com o apoio do presidente. Apesar de acreditar no crescimento de sua campanha, o candidato disse que respeitará as decisões partidárias.

"O princípio aqui é a reeleição do presidente Bolsonaro. Em Minas Gerais, eu tenho mais quatro anos como senador. Se o presidente entender lá na frente que o caminho é unificar a direita e entender pelos números que o atual governador é a melhor opção, eu não serei contra uma decisão partidária."

Carlos Viana defendeu as atitudes e discursos de Bolsonaro e disse ser favorável a um debate mais aberto na sociedade acerca da segurança das urnas eletrônicas e do sistema eleitoral.

"O sistema eleitoral brasileiro funciona, ele tem se mostrado bem prático, mas é um sistema que tem falhas. Não há sistema digital no mundo que não tenha falhas", afirmou o senador.

Para ele, se existem falhas, é importante que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) abra um debate amplo sobre a questão.

"Se o TSE, a meu ver, abrisse um grande debate público acabaria com isso. Mas, hoje, ele fala que é 100% seguro, mesmo com os técnicos falando que podem existir falhas", disse ele.

O senador defendeu que o estado de Minas Gerais busque outras alternativas para a economia, além da mineração. Viana também afirmou ser contrário ao projeto de mineração na Serra do Curral, licenciado pelo governo estadual no dia 30 de abril.

Segundo ele, opções que poderiam ser mais exploradas pelo estado são o turismo e a valorização do patrimônio histórico e cultural. O senador afirmou que Minas possui 62% do patrimônio histórico registrado do país e isso não é bem aproveitado no sentido econômico.

SABATINAS CONFIRMADAS EM MG

13.mai

16h - Renata Regina (PCB)

Romeu Zema (Novo) não aceitou o convite

SABATINAS CONFIRMADAS NO RJ

16.mai

10h - Felipe Santa Cruz (PSD) - 16/5 - 10h

18.mai

10h - Rodrigo Neves (PDT)

16h - Anthony Garotinho (União Brasil)

19.mai

10h - Eduardo Serra (PCB)

20.mai

10h - Marcelo Freixo (PSB)

16h - Cláudio Castro

DEMAIS SABATINAS

Semana de 23/5 - BA Semana de 30/5 - PR Semana de 6/6 - RS Semana de 13/6 - PE Semana de 20/6 - CE DEBATES COM CANDIDATOS AO GOVERNO DE SP

1º turno - 19/9, às 10h

2º turno - 20/10, às 10h

Mais de Folha de S.Paulo

Folha de S.Paulo
Folha de S.Paulo
image beaconimage beaconimage beacon