Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

'Estamos com três epidemias simultâneas', diz secretário do Ministério da Saúde

Logotipo do(a) Estadão Estadão 26/03/2020 André Borges e Emilly Behnke
O mosquito 'Aedes aegypti' é transmissor da zika, da dengue e da chikungunya   © USDA/Divulgação O mosquito 'Aedes aegypti' é transmissor da zika, da dengue e da chikungunya

BRASÍLIA - O secretário nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, declarou nesta quinta-feira (26) que o País enfrenta duas outras epidemias, além do surto do novo coronavírus. Ele lembrou que pela sazonalidade o Brasil também enfrenta no momento a dengue e a influenza, nome científico dado para a gripe.

"É um desafio fazer campanha de vacinação em momento que temos quarentena e isolamento em algumas cidades", disse.

Nesta semana, o governo iniciou a campanha de vacinação contra a gripe. A prioridade inicial é imunizar idosos e trabalhadores da área da saúde. Por conta do avanço do novo coronavírus, o Ministério da Saúde antecipou a campanha de vacinação que estava programada para 13 abril.

O secretário sugeriu que a população em isolamento social aproveite para limpar seus quintais com o objetivo de prevenir a dengue. Wanderson de Oliveira afirmou ainda que o Brasil tem os recursos necessários para a compra de testes do novo coronavírus, mas faltam insumos por parte da indústria. "O que falta é fornecedor", disse. Ele lembrou ainda que os exames só são recomendados para casos de pessoas com febre e sintomas respiratórios.

________________

Vídeo: Alemanha faz 500 mil testes de Covid-19 por semana (AFP)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de Estadão

image beaconimage beaconimage beacon