Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Funcionário de farmácia é demitido após jogar aguá em homem que dormia na caçada

Logotipo do(a) IstoÉ IstoÉ 16/09/2020 Da Redação

O funcionário de uma farmácia em Itu (SP) foi demitido após um vídeo dele jogando água em um homem que dormia na calçada do estabelecimento viralizar nas redes sociais. Nas imagens, gravadas na segunda-feira (14), Jefferson Roberto pega um balde com água e joga no homem que está deitado. As informações são do G1.

Drogaria novo itu isso é uma pouca vergonha pra sociedade isso não se faz com ninguém , vocês já foram mais humilde viu , nem na frente da farmácia o cara tava , é mesmo ce tivesse vocês e loko ? Seus tiração queria que fosse seus parentes , na vdd queria que a favelinha existice ainda , pra ver cá isso ia acontecer tendeu . Desumanoooooooos do caraio🖕🏽🤬😡 e #JefersonRoberto queixada noisbta conhece tá fiooooooo

Posted by Isa Taylor on Tuesday, September 15, 2020

Após a repercussão negativa, o funcionário gravou um novo vídeo em que afirma conhecer a vítima. “Tô passando aqui para pedir desculpa para você, porque a gente sempre teve o hábito de brincar um com outro. Então, meu, olha, meu brother, eu peço perdão para você, porque foi uma coisa que caiu na internet, foi uma coisa que eu ia dar risada de você, eu sei que você ia dar risada também”, afirma Jefferson.

Sim é meu amigo sim senhor, realmente foi uma brincadeira de mal gosto, mas conheço bem pra afirmar que foi só uma brincadeira.Ele sabe que está errado, que atire a primeira pedra quem nunca errou na vida.Força irmão

Posted by Fábio Oliveira Oliveira on Tuesday, September 15, 2020

De acordo com a família da vítima, o homem estava internado em uma clínica até abril deste ano para tratar a dependência de álcool. No entanto, ele teve uma recaída nos últimos dias e começou a beber novamente. Na segunda-feira, por volta das 16h, ele deitou na calçada ao lado da farmácia, até ser acordado com o balde de água.

O dono da farmácia também repudiou a atitude do funcionário. “Devia ter levantado o rapaz, tentado levar ele para casa e fazer sem agredir a pessoa”, disse ao G1.

Mais de IstoÉ

image beaconimage beaconimage beacon