Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Primeira morte por febre amarela em 2018 é confirmada no Rio de Janeiro

Logotipo do(a) Estadão Estadão 12/01/2018 Roberta Jansen
Febre amarela: Vacina fracionada tem um quinto da vacina integral, mas embora com menor quantidade, seu efeito protetor é semelhante ao da dose padrão © José Luís da Conceição/Estadão Vacina fracionada tem um quinto da vacina integral, mas embora com menor quantidade, seu efeito protetor é semelhante ao da dose padrão

A primeira morte do ano por febre amarela no Rio de Janeiro foi confirmada no início da tarde desta sexta-feira, 12, pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). O morto era morador de Teresópolis, na região serrana. Um outro caso da doença, em Valença, foi confirmado. Os casos foram confirmados após exames laboratoriais realizados pela Fiocruz

Desde janeiro de 2017, a SES vem adotando medidas preventivas e, antes mesmo de registrar os primeiros casos no território fluminense, a secretaria iniciou a criação de cinturões de bloqueio, recomendando a vacinação contra a febre amarela principalmente em municípios de divisa com Espírito Santo e Minas Gerais (áreas de risco para a doença).

Vale destacar que, desde julho do ano passado, todos os 92 municípios do estado já estão incluídos na área de recomendação da vacina e a campanha de vacinação permanece.

Vídeo: Febre amarela: o que você precisa saber para prevenção (Via Veja.com)

A SEGUIR
A SEGUIR


Siga o MSN no Facebook

Mais de Estadão

image beaconimage beaconimage beacon