Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

'Tenho sorte de estar vivo', diz testemunha de tiroteio em Campinas

Logotipo do(a) Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 11/12/2018 Folhapress
O chefe de cozinha morreu quando estava num bar com a família: 'Tenho sorte de estar vivo', diz testemunha de tiroteio em Campinas © DR 'Tenho sorte de estar vivo', diz testemunha de tiroteio em Campinas

Baixe o app Microsoft Notícias e fique atualizado sobre as notícias mais importantes para você. Disponível para iOS e Android.


Testemunhas que estavam no início da tarde desta terça-feira (11) na Catedral Metropolitana de Campinas no momento do ataque dizem que o atirador fez os disparos na parte final da celebração.

"Entrei na igreja, a missa já havia terminado. Alguns minutos depois o atirador entrou e se posicionou na frente de um casal e atirou", conta o aposentado Pedro Rodrigues, 66. "Eu saí correndo, não houve gritaria, apenas correria. E ele continuou atirando. Eu tenho muita sorte de estar vivo."

+'As pessoas estavam rezando', diz guarda de Campinas

A assistente-administrativa Luciana de Oliveira, 36, disse ter ouvido um grande número de disparos, quando passava perto do templo. "Ouvimos muitos tiros e as pessoas gritando, chorando. Vimos o homem baleado no peito saindo de maca. Foi horrível".

Ao menos quatro pessoas foram mortas a tiros na catedral, segundo o Corpo de Bombeiros. A principal suspeita é de que um grupo de pessoas foi atacado por um homem, de cerca de 30 anos, que entrou na igreja e atirou contra os fiéis.

Segundo a PM, o suspeito se matou após o ataque - ele portava uma pistola 9 mm e mais um revólver. A motivação do ataque a tiros é desconhecida, informou a Polícia Militar à reportagem.

Notícias ao Minuto © Fornecido por New adVentures, Lda. Notícias ao Minuto

SOBREVIVENTES

Outras quatro pessoas foram atingidas pelos disparos e sobreviveram. Elas foram socorridas pelos bombeiros e pelos médicos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levadas para os hospitais Mário Gatti, HC de Campinas e o Beneficência Portuguesa.

Os bombeiros informaram que os sobreviventes vão passar por cirurgia para a retirada dos projéteis que atingiram partes vitais.

A Catedral de Nossa Senhora da Conceição, localizada no centro da cidade, está cercada por agentes das forças de segurança.

Por meio de nota, a arquidiocese de Campinas informou que a catedral está fechada para o atendimento às vítimas e para realizar as investigações da polícia. "Contamos com as orações de todos neste momento de profunda dor", segundo trecho do comunicado.

Com informações da Folhapress.

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon