Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

TO: Justiça Eleitoral declara inelegibilidade do governador afastado Mauro Carlesse

Logotipo do(a) IstoÉ IstoÉ 05/12/2021 Da Redação
Mauro Carlesse, Josi Nunes e Gleidson Nato Esequias Araújo/Governo do Tocantins © Esequias Araújo/Governo do Tocantins Mauro Carlesse, Josi Nunes e Gleidson Nato Esequias Araújo/Governo do Tocantins

O juiz da 2ª Zona Eleitoral, Nilson Afonso, declarou inelegíveis pelo prazo de oito anos o governador afastado de Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), a prefeita do município de Gurupi, Josi Nunes (PSL), e o vice-prefeito, Gleydson Nato (PDT). Segundo a sentença, Carlesse teria usado recursos públicos para beneficiar Josi nas eleições de 2020. As informações são do G1.

De acordo com o juiz, as condutas ilícitas que teriam sido praticadas são: abuso de poder político por meio da utilização de bens e servidores públicos, uso de veículos oficiais, pagamentos de sites de notícias e distribuição de cestas básicas sem critérios objetivos durante o ano eleitoral.

A decisão foi baseada na notícia-crime apresentada por Gutierrez Torquato (PSB) e Eduardo Fortes (PSDB), candidatos a prefeito e vice derrotados em Gurupi.

A prefeita e o vice disseram, por meio de nota, que estão tranquilos. O governo afastado afirmou que respeita o trabalho da Justiça, mas que a decisão tomada gera insegurança.

O advogado que representa os políticos no processo informou que vai recorrer da sentença.

Mais de IstoÉ

image beaconimage beaconimage beacon