Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

A primeira nave espacial europeia para Júpiter vai fazer uma rota maluca

Logotipo do(a) Gizmodo Gizmodo 20/03/2017 George Dvorsky
© Reprodução


Dizem que a menor distância entre dois pontos é uma linha reta, mas para JUICE, uma sonda espacial europeia a caminho de Júpiter que será lançada em 2022, a rota mais rápida vai envolver uma jornada bem complicada envolvendo quatro ajudas gravitacionais de três planetas diferentes.

• Esta nova ferramenta promissora pode nos ajudar a encontrar vida na lua Europa
• A missão Juno da NASA tem inspirado trabalhos artísticos fantásticos

Anunciada em 2012, a Jupiter Icy Moons Explorer, ou JUICE, será lançada, em junho de 2022, de Kouron, na Guiana Francesa. A nave espacial chegará a Júpiter depois de uma jornada de sete anos, na qual durante 3,5 anos seus dez instrumentos de ponta vão explorar a atmosfera do turbulento gigante gasoso, sua enorme magnetosfera, seus anéis quase invisíveis e seus satélites. Ao final da missão, JUICE vai entrar na órbita de Ganímedes e virar a primeira nave espacial a orbitar um satélite natural que não seja a lua da Terra.

JUICE representa a primeira missão europeia para Júpiter (ou qualquer um dos planetas externos do sistema solar). Atualmente, a sonda espacial Juno, da NASA, está orbitando Júpiter, mas focada exclusivamente no gigante gasoso, escaneando a composição do planeta, campo gravitacional, campo magnético e magnetosfera. JUICE também vai estudar a atmosfera de Júpiter, mas, além disso, vai dar uma olhada em suas luas congeladas Ganímedes, Europa e Callisto. Especula-se que essas luas tenham oceanos subterrâneos e, possivelmente, até ambientes habitáveis.

Mas, antes de qualquer uma dessas explorações pioneiras poderem acontecer, JUICE terá que fazer uma série de manobras complicadas para chegar lá.

Notavelmente, a jornada de JUICE vai envolver três planetas e quatro ajudas gravitacionais, incluindo duas da Terra. O vídeo acima mostra a jornada, em que a órbita de Vênus é mostrada em amarelo, as da Terra, em verde, e Marte, em vermelho. Eis o itinerário cósmico da sonda, cortesia da ESA:

O primeiro voo próximo à terra será a uma distância de 12.700 km em maio de 2023
JUICE vai voar próxima à Vênus a uma distância de 9.500 km em outubro de 2023
O próximo voo terrestre vai ser o mais próximo a 1.950 km em setembro de 2024
JUICE vai voar próximo a Marte a uma distância de 1.100 km em fevereiro de 2025
O último voo de proximidade será a 3.700 km da Terra em novembro de 2026

Quando JUICE chegar ao sistema Joviano (em outubro de 2029), precisará fazer ainda mais manobras gravitacionais, mas essas manobras (até 25!), envolvendo Ganímedes e Callisto, foram projetadas para reduzir a velocidade e orientar a sonda.


Mais de Gizmodo

image beaconimage beaconimage beacon