Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Cupom de desconto de R$ 70 no WhatsApp é falso, diz McDonald’s

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 15/06/2017 Felipe Machado
Site divulga cupom falso de 70 reais para compras na rede de fast food McDonald's © Reprodução Site divulga cupom falso de 70 reais para compras na rede de fast food McDonald's

Um cupom prometendo até 70 reais em bônus no McDonald’s que circula no WhatsApp é falso, segundo a rede de lanchonetes. A mensagem divulgada através do aplicativo de mensagens condiciona o benefício à emissão do comprovante através de um site suspeito. De acordo com a empresa, a promoção não existe e o endereço eletrônico de cupons é diferente do indicado.

Veja também

A mensagem que se espalha pelo WhatsApp leva a um site que tem aparência muito semelhante à dos canais oficiais do McDonald’s e até o endereço é parecido: macndoaids.site (com a letra “i” no lugar da letra “l”). A página possui até mesmo um texto contendo regulamento que usa linguagem similar à de regras promocionais comuns no mercado atualmente.

Esses elementos indicam um tipo de golpe conhecido como “phishing”, em que um hacker cria uma página similar à de uma empresa para levar as vítimas a instalar programas maliciosos no computador ou fornecer informações.

O McDonald’s responde desde a última quarta-feira a perguntas de clientes em sua página oficial do Facebook negando que a promoção é válida. A rede de lanchonetes indica que o endereço para cupons da marca é outro (http://cupons.mcdonalds.com.br/br).

Golpe digital

Especialistas em segurança digital recomendam tomar cuidado com links recebidos em mensagens e e-mails – mesmo que sejam de pessoas conhecidas, pois há vírus que disparam mensagens para a lista de contatos de quem conseguem infectar.

Outra indicação é consultar sempre os canais oficiais das empresas, para ver se a informação é verdadeira. São comuns, por exemplo, avisos falsos de multas do Detran,  sendo que as empresas não fazem este tipo de comunicação por e-mail.

Arquivado em:Economia, Tecnologia

Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon