Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Principais notícias

Contador de Cabral diz que usou helicóptero para pagar propina

Logotipo do(a) Veja Rio Veja Rio 13/06/2018 Dilson Júnior
cabral20101129_0001-1024×698.jpeg: Sérgio Cabral © Divulgação Sérgio Cabral

Operador do esquema financeiro chefiado pelo ex-governador Sérgio Cabral, Carlos Miranda confessou em delação que chegou a usar um helicóptero alugado para transportar propina. De acordo com trechos da delação divulgados nesta terça (12) pela TV Globo, Miranda diz que o esquema chefiado por Cabral movimentou R$ 500 milhões de reais e, com quantias tão altas e os interessados com tanta pressa, não podia perder tempo.

Miranda afirmou, em outro trecho da delação, que pra recolher R$ 400 mil numa empresa no interior do estado chegou a alugar um helicóptero. O transporte aéreo aconteceu na campanha eleitoral de 2010, e o dinheiro vinha de propina na área da saúde. Carlos diz ainda que em 2012 recebeu a ordem de Wilson Carlos, então secretário de governo na gestão de Cabral, para fazer pagamentos mensais de R$ 100 mil ao PDT por meio de Carlos Lupi, presidente nacional do partido desde 2004.

Carlos Miranda também mencionou propina à Secretaria de Meio Ambiente. Ainda no primeiro mandato de Sérgio Cabral, (entre 2007 e 2010), o delator afirma que construtora Queiroz Galvão pagou 300 mil reais à ex-presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marilene Ramos, e a Carlos Minc, então secretario de Meio Ambiente de Cabral, que era do PT.

--------------------------

Vídeo: Meirelles é entrevistado no 'Roda Viva'; assista na íntegra (Via TV Cultura)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de Veja Rio

image beaconimage beaconimage beacon